Santos 4 x 0 Independiente-ARG

Data: 23/02/1965, terça-feira, 21h00.
Competição: Torneio de Caracas / Taça IV Centenário da Cidade de Caracas
Local: Estádio Olímpico de la Universidad Central de Venezuela, em Caracas, Venezuela.
Público: 40.000 pessoas
Renda: 525.400 bolivares / Cr$ 240.500.000,00
Árbitro: Heitor Osorio (VEN)
Auxiliares: Santos e Garcia (ambos da VEN).
Gols: Toninho Guerreiro (04-2), Toninho Guerreiro (10-2), Pelé (17-2) e Pelé (33-2).

SANTOS
Gylmar; Lima, Joel Camargo, Olavo e Geraldino; Zito e Mengálvio (Ismael); Dorval, Toninho Guerreiro, Pelé (Gilberto) e Pepe (Peixinho).
Técnico: Lula

INDEPENDIENTE (ARG)
Miguel Santoro; Roberto Ferreiro, Ruben Navarro e José Paflik; Juan Guzmán e Ricardo Pavoni (Mario Rodriguez); Raúl Bernao (Gruzien), Vicente De la Mata, Luis Suárez, Osvaldo Mura (David Acevedo) e Raúl Savoy.
Técnico:



Santos goleou o Independiente

Com uma atuação extraordinária na segunda etapa, o Santos goleou o Independiente, conquistando a Taça “Quadricentenário da Fundação de Caracas”.

“Dá prejuízo aos clubes brasileiros a Taça Libertadores”, diz Athiê

O presidente do Santos foi categórico: “Uma coisa posso afirmar desde já. Se no ano que vem o Santos for novamente classificado a disputar a Taça Libertadores da América e se até lá persistir o atual sistema de divisão de rendas, não disputaremos o torneio. Financeiramente, será mais interessante realizarmos amistosos.”

Fontes:
Jornal Folha de SP
Estadão