Santos 2 x 0 Atlético-MG

Data: 27/06/2021, domingo, 20h30.
Competição: Campeonato Brasileiro – 7ª rodada
Local: Estádio da Vila Belmiro, em Santos, SP.
Público: portões fechados devido a pandemia de Covid-19.
Árbitro: Bruno Arleu de Araujo
Auxiliares: Michael Correia e Carlos Henrique Alves de Lima Filho.
VAR: Carlos Eduardo Nunes Braga
Cartões amarelos: Pará, João Paulo e Marcos Guilherme (S); Allan, Arana e Zaracho (A).
Cartão vermelho: Allan (A).
Gols: Jean Mota (11-2) e Marcos Guilherme (48-2).

SANTOS
João Paulo; Pará (Madson), Luiz Felipe, Luan Peres e Felipe Jonatan; Ivonei (Vinicius Balieiro), Gabriel Pirani (Carlos Sánchez) e Jean Mota; Marinho, Kaio Jorge e Marcos Guilherme.
Técnico: Fernando Diniz

ATLÉTICO-MG
Everson; Guga (Mariano), Réver, Gabriel e Arana; Allan, Tchê Tchê (Calebe), Jair (Zaracho) e Hyoran (Felipe Felício); Keno (Luiz Filipe) e Hulk.
Técnico: Cuquinha (auxiliar)



Santos vence o Atlético-MG e mantém invencibilidade na Vila Belmiro

O Santos venceu o Atlético-MG por 2 a 0 na noite deste domingo, na Vila Belmiro, pela sétima rodada do Campeonato Brasileiro. Os gols foram marcados por Jean Mota e Marcos Guilherme, ambos no segundo tempo.

Ao em duelo muito equilibrado, o Peixe mantém a invencibilidade em sua casa. Sob o comando de Fernando Diniz, são cinco vitórias e um empate em seis partidas. No geral, o Alvinegro não perde há oito jogos.

Com os três pontos, o Santos entra no G-6 e agora é o sexto colocado, com 11 pontos. O Atlético cai para o oitavo lugar da tabela, com 10.

O jogo

A partida foi muito equilibrada na Vila Belmiro. O Santos teve dificuldade para ficar com a bola e o Atlético-MG não encaixou muitos contra-ataques.

A primeira boa chance foi aos 14 minutos, quando Marcos Guilherme recebeu de Pirani no bico da área e finalizou colocado para Everson espalmar. Aos 17, Arana bateu de longe e João Paulo rebateu com o peito.

Com 27′, Marcos Guilherme cruzou e Jean Mota desviou de leve, o suficiente para a bola raspar a trave esquerda do goleiro Everson. No minuto 32, Hulk escapou pela direita, cruzou e a bola sobrou para Tchê Tchê. O chute assustou João Paulo.

O Atlético-MG começou melhor a etapa final, mas foi o Santos quem abriu o placar. Luan Peres ganhou de Hulk no mano a mano e, no contra-ataque, Marcos Guilherme driblou Guga, passou para Kaio Jorge e o centroavante encontrou Jean Mota na entrada da área. O meia acertou bonito chute no ângulo de Everson aos 11 minutos.

Quando o placar marcava 17 jogados, o Galo respondeu: Hulk rolou para Allan bater rasteiro. O goleiro João Paulo tocou na bola e ela foi parar no pé da trave.

Aos 26 minutos de jogo, Marinho perdeu a bola em contra-ataque, o Atlético-MG botou a bola na área e Gabriel recebeu sozinho no segundo pau, mas Pará fez corte providencial quase na pequena área.

O Galo se lançou ao ataque nos minutos finais, mas pouco criou. Com muita disposição para marcar, o Peixe segurou a vitória em casa e ainda ampliou: aos 48, Madson arrancou e cruzou para Marcos Guilherme só empurrar. 2 a 0.

Bastidores – Santos TV:

Diniz minimiza desfalques do Atlético-MG e valoriza vitória do Santos: “Futuro pode ser bastante positivo”

O técnico Fernando Diniz aprovou o desempenho do Santos na vitória por 2 a 0 sobre o Atlético-MG neste domingo, na Vila Belmiro, pela sétima rodada do Campeonato Brasileiro.

Em jogo muito equilibrado, o Peixe chegou à vitória com gols de Jean Mota e Marcos Guilherme no segundo tempo.

“Não posso falar dos desfalques do Atlético-MG. Com investimento que tem, tem time para desfalcar. Atlético é time muito forte, com jogadores de imensa categoria e seleção brasileira. É um dos elencos mais fortes do país e de um dos principais técnicos. Temos que valorizar essa partida, até pela forma que a equipe se entregou”, disse Diniz.

“Estou satisfeito, principalmente pela capacidade dos jogadores e a forma com que o Santos trabalha. Temos que manter esse padrão e o futuro pode ser algo bastante positivo”, completou.

O Santos fez sete de 12 pontos contra Fluminense, São Paulo, Grêmio e Atlético-MG e agora terá Sport (casa), América-MG (fora) e Athletico-PR antes do Palmeiras (fora).

“Resultados trazem confiança, mas sem euforia. Sequência é tão dura quanto a que passou. As equipes não têm o mesmo investimento, mas são difíceis do mesmo jeito. Temos que aumentar a confiança, mas cortar a euforia que os resultados trazem”, falou o técnico.

Sexto colocado no Brasileirão, o Santos voltará a campo para enfrentar o Sport na quarta-feira, novamente na Vila Belmiro.

Diniz elogia Ivonei e projeta Sánchez titular do Santos: “Um dos melhores”

O técnico Fernando Diniz gostou do desempenho de Ivonei na vitória do Santos por 2 a 0 sobre o Atlético-MG neste domingo, na Vila Belmiro, pela sétima rodada do Campeonato Brasileiro.

Meia de origem, Ivonei foi o primeiro volante do Peixe. Alison (problema no joelho) e Camacho (suspenso) não estiveram à disposição.

“Ivonei é um garoto da base (tem 19 anos). Peguei informações sobre ele quando cheguei, vem crescendo constantemente e estava seguro sobre colocá-lo. Fez bom jogo, jovem talento do Santos com futuro brilhante”, disse Diniz.

O treinador também falou sobre a evolução de Carlos Sánchez. Recuperado de cirurgia no joelho esquerdo, ele entrou no segundo tempo dos jogos contra Grêmio e Atlético-MG

“A gente vai evoluir com ele aos poucos. Já falei o que eu penso, é um dos melhores do Brasil. Estamos acelerando tudo que podemos, mas com cuidado. Poderia até demorar mais, mas aceleramos o processo e esperamos dar as condições necessárias para nos ajudar por mais tempo”, afirmou o técnico.

Marcos Guilherme se destaca ofensivamente pelo Santos no Brasileirão

O Santos venceu o Atlético-MG no último domingo por 2 a 0, na Vila Belmiro, em partida válida pela sétima rodada do Campeonato Brasileiro. Marcos Guilherme foi o autor do segundo gol do Peixe. O atacante é um dos destaques santistas no torneio nacional.

De acordo com dados levantados pelo Footstats, Marcos é o jogador do elenco do Santos com mais participações diretas em gols (3), assistências para finalização (14) e dribles (7) no Brasileirão. Vale lembrar que o Peixe contratou o jogador há pouco mais de um mês, junto ao Internacional.

Diniz valoriza sistema defensivo do Santos e diz que está “cuidando” de Kaiky

O técnico Fernando Diniz está satisfeito com o sistema defensivo do Santos. Sob seu comando, o Peixe sofreu 12 gols em 12 jogos: um por partida.

Nos últimos compromissos, porém, o Alvinegro melhorou e viu só três gols em seis duelos, diminuindo a média para 0,5. E a evolução teve a ver com Luiz Felipe e o auxílio dos atacantes.

Diniz promoveu a titularidade a Luiz no lugar do jovem Kaiky, de apenas 17 anos. De acordo com o treinador, a ideia é “cuidar” do Menino da Vila.

“Luiz Felipe eu conheci antes de vir para o Santos e sei sobre as qualidades. Sistema defensivo não melhorou por causa de um jogador, Kaiky é um fenômeno. Kaiky jogar com essa idade historicamente é uma raridade. É muito promissor, estamos cuidando e tem futuro extraordinário. Luiz foi muito bem, mas sistema defensivo funciona pela participação de todos. Marcamos alto quase todos os times, é um processo de muita doação e todos colaboram”, disse Fernando Diniz, em entrevista coletiva.