Santos 0 x 0 Juventude

Data: 12/06/2021, sábado, 19h00.
Competição: Campeonato Brasileiro – 3ª rodada
Local: Estádio da Vila Belmiro, em Santos, SP.
Público: portões fechados devido a pandemia de Covid-19.
Árbitro: Alexandre Vargas Tavares de Jesus
Auxiliares: Rodrigo Figueiredo Henrique Correa e Thiago Henrique Neto Correa Farinha.
VAR: Rodrigo Nunes de Sá
Cartões amarelos: Luan Peres e Jean Mota (S); Elton, Guilherme Castilho e Capixaba (J).

SANTOS
John; Pará (Madson), Luiz Felipe (Marcos Leonardo), Luan Peres e Felipe Jonatan; Alison, Jean Mota e Gabriel Pirani; Marinho, Marcos Guilherme e Kaio Jorge.
Técnico: Fernando Diniz

JUVENTUDE
Marcelo Carné; Michel, Vitor Mendes Rafael Forster e Alyson; Wescley, Elton, Guilherme Castilho, Capixaba (Bruninho) e Chico (Fernando Pacheco); Marcos Vinicios e Wescley (Matheus Jesus).
Técnico: Marquinhos Santos



Sem inspiração, Santos só empata com o Juventude na Vila Belmiro

O Santos jogou mal e só empatou em 0 a 0 com o Juventude neste sábado, na Vila Belmiro, em partida válida pela terceira rodada do Campeonato Brasileiro.

O Peixe criou quase nada diante do defensivo time de Caxias do Sul. O técnico Fernando Diniz tirou o zagueiro Luiz Felipe para a entrada de Marcos Leonardo no intervalo, mas não adiantou.

Com o resultado, o Alvinegro chega a quatro pontos no Brasileirão e é o nono colocado. O Juventude é o 13 na tabela, com dois.

O jogo

O cenário foi claro na primeira etapa: o Santos tentou o propor o jogo, enquanto o Juventude buscou os contra-ataques. Estratégia por estratégia, os visitantes foram melhores.

O Peixe pouco criou e teve muita dificuldade para ficar com a bola. A melhor chance só ocorreu nos acréscimos, em jogada individual do zagueiro Luiz Felipe. O cabeceio de Kaio Jorge passou perto.

Diniz colocou o Santos para frente no segundo tempo: o técnico tirou o zagueiro Luiz Felipe para a entrada do atacante Marcos Leonardo. Alison foi zagueiro na etapa final.

A alteração não adiantou. O Peixe esbarrou na retranca do Juventude e criou quase nada. O goleiro Marcelo Carné não fez sequer uma defesa. Nos minutos finais, o Alvinegro pediu pênalti de Rafael Forster em cobrança de falta de Kaio Jorge. A arbitragem nada marcou.

Diniz cita retranca do Juventude, mas lamenta “circulação baixa” e “pouca profundidade” do Santos

O técnico Fernando Diniz justificou o empate do Santos em 0 a 0 com o Juventude na noite deste sábado, na Vila Belmiro, pela terceira rodada do Campeonato Brasileiro.

O treinador falou sobre a retranca dos visitantes e dos defeitos do Peixe.

“Dois motivos principais: a postura do Juventude. Time se negou até a contra-atacar. Os dois da frente mais marcavam que jogavam e isso dificulta muito a competir. E o Santos teve circulação baixa, pouca profundidade. Juntando esses fatores, não tivemos muitas oportunidades”, disse Diniz.

Diniz avalia má fase de Marinho no Santos e despista sobre Camacho: “Assunto interno”

O técnico Fernando Diniz avaliou a má fase de Marinho. O atacante do Santos ainda não conseguiu repetir o desempenho da última temporada após uma lesão no joelho.

O treinador elogiou o camisa 11 após o empate do Peixe em 0 a 0 com o Juventude neste sábado, na Vila Belmiro, pela terceira rodada do Campeonato Brasileiro.

“O Marinho além de ser um grande jogador, é uma grande pessoa. Converso bastante com ele desde minha chegada, como converso com todos. A temporada que ele fez ano passado, as coisas aconteceram. Principalmente na Libertadores. A gente espera que as coisas aconteçam de forma automática. Ele é o nosso principal jogador, confiamos muito nele e sabemos que ele vai conseguir render o que rendeu no passado. É um jogador que pode decidir, está se empenhando muito nos treinamentos. É muito importante para nós todos aqui”, disse Diniz.

O técnico também comentou sobre Camacho, do Corinthians. A negociação pelo empréstimo do meio-campista está avançada.

Eu não vou falar de jogador que não está aqui ainda. Assunto interno (…) Caso ele venha, a gente fala do Camacho”, afirmou.

Jean Mota diz que Santos se preparou para retranca do Juventude: “Não conseguimos furar”

Jean Mota lamentou o insucesso do Santos para furar a retranca do Juventude. O Peixe só empatou em 0 a 0 neste sábado, na Vila Belmiro, pela terceira rodada do Campeonato Brasileiro.

O meio-campista afirmou que o Santos se preparou para esse cenário, mas não conseguiu ser eficiente.

“A posse de bola não foi atrás com o goleiro, foi do meio para frente. Estavam os 10 atrás, praticamente dentro da área. Treinamos para isso, mas infelizmente não conseguimos furar a defesa deles”, disse Jean, ao Premiere.

Luan Peres recebe terceiro cartão amarelo e será desfalque do Santos contra o Fluminense

Luan Peres será desfalque do Santos contra o Fluminense na próxima quinta-feira, no Maracanã, pela quarta rodada do Campeonato Brasileiro.

O zagueiro recebeu o terceiro cartão amarelo na partida diante do Juventude neste sábado, na Vila Belmiro, pela terceira rodada da competição nacional.

As opções do técnico Fernando Diniz para substituir Luan são Danilo Boza, Kaiky e Robson ou o volante Alison. Alex não tem sido relacionado.