Depois de ter ficado mais de 60 anos restrito à sua própria cidade, o Santos FC inaugura hoje uma sede em São Paulo, onde, segundo pesquisas, já possui a segunda maior torcida do estado, superada apenas pela do Corinthians.

O presidente Modesto Roma deverá receber jornalistas e dirigentes a partir das 17h na nova sede, na Rua Avanhandava, nº 37, no bairro da Bela Vista.

Na opinião de Roma, essa sede dará um novo ânimo à torcida santista, agora composta em sua maioria de jovens, que passaram a ter interesse no futebol na época em que Pelé jogava pelo Santos.

Estará marcando também o início do plano de desenvolvimento nacional do clube. Segundo o diretor Aluísio Azevedo, esse plano consiste em transformar o Santos num clube de projeção nacional, extrapolando os limites de sua cidade. Uma necessidade que tem como causa, de acordo com o diagnóstico da diretoria, o empobrecimento de Santos.

“Fica muito difícil, na atual situação econômica da cidade, manter uma grande equipe de futebol”.

A meta é atingir, a curto prazo, a cifra de 1 milhão de associados em todo Brasil. Hoje o clube tem 4 mil sócios ativos e, na opinião de Azevedo, as características dessa torcida, que numa pesquisa do Jornal do Brasil, do Rio, é a maior do país, são as seguintes:

“É uma torcida exigente, pois foi aglutinada a partir da melhor equipe de futebol do mundo inteiro. Estamos lançando as bases para, em 1979, termos um time nos moldes do Santos na fase áurea”.


Fontes:
Estadão
Jornal Folha de SP