Santos 3 x 1 Flamengo

Data: 11/02/1998, quarta-feira, 21h40.
Competição: Torneio Rio SP – Grupo B – 1ª fase – 5ª rodada (penúltima)
Local: Estádio da Vila Belmiro, em Santos, SP.
Público: 4.405 pagantes
Renda: R$ 47.505,00
Árbitro: Reinaldo Ribas
Cartões amarelos: Ânderson Lima, Baiano, Narciso e Caíco (S); Juan, Luís Alberto, Athirson, Jamir e Cleison (F).
Gols: Caio (06-1), Jorginho (28-1) e Caio (36-1); Fabiano (13-2).

SANTOS
Zetti; Ânderson Lima, Argel, Ronaldão e Dutra; Élder (Baiano), Narciso, Caíco (Eduardo Marques) e Jorginho; Caio (Edgar Baez) e Müller.
Técni­co: Emerson Leão

FLAMENGO
Clemer, Fábio Baiano (Juan), Fabiano, Luís Alberto e Athirson; Jamir (Bruno Quadros), Jorginho, Cleison e Zé Roberto; Palhinha e Lúcio (Iranildo).
Técnico: Paulo Autuori



Santos vence e passa para as semifinais do Rio-São Paulo

Uma vitória de 3 a 1 sobre o Flamengo, ontem à noite, na Vila Belmiro, deu ao Santos a classificação antecipada para a fase semifinal do Torneio Rio-São Paulo.

O time volta a jogar no sábado, em Presidente Prudente (SP), contra o São Paulo. O Santos fez 3 a 0 no primeiro tempo, mas quem teve as melhores chances no início do jogo foi o Flamengo.

O primeiro gol saiu aos 6min, com Caio, que voltou ao time após quatro jogos na reserva. Müller driblou o zagueiro Luiz Alberto pela esquerda, cruzou para a área. Caio completou de primeira.

O meia Jorginho ampliou o placar aos 27min, aproveitando de cabeça um cruzamento do lateral Ânderson. Em sete jogos pelo Santos, Jorginho fez sete gols.

Caio voltou a marcar aos 35min, após cobrança de escanteio.

No segundo tempo, o Santos voltou melhor, mas foi o Flamengo quem marcou. Em cobrança de falta, aos 12min, da entrada da área, o zagueiro Fabiano chutou no canto esquerdo do goleiro Zetti.



Caio volta ao Santos contra Flamengo (Em 11/02/1998)

Depois de perder a posição de titular e ficar quatro jogos na reserva, o atacante Caio deve voltar ao time do Santos que enfrentará o Flamengo, hoje à noite, na Vila Belmiro, pelo Rio-São Paulo.

Enquanto o Santos não contrata um centroavante, o técnico Émerson Leão procura entre os jogadores do próprio grupo um companheiro de ataque para Muller. Quatro atacantes já foram testados, sem que nenhum tenha sido plenamente aprovado: Baez, Macedo, Arinelson e o próprio Caio.

Leão não quis confirmar a formação do ataque, mas, durante o coletivo no final da tarde de ontem, Caio treinou no time titular. “Ele é a minha primeira opção”, afirmou o treinador.

O Santos necessita somente de um empate hoje para se classificar por antecipação para a fase semifinal da competição. “Vamos jogar conforme o regulamento”, disse o meia Jorginho.

O time ainda não conseguiu vencer neste ano na Vila Belmiro, onde em 97 o aproveitamento da equipe esteve próximo de 100%. Nas duas partidas disputadas em casa neste ano (Fluminense e Vila Nova-MG), a equipe só conseguiu empatar, em ambas por 2 a 2.

Para o lateral Dutra, a equipe está mais “concentrada” quando joga no campo do adversário, onde já venceu três vezes neste ano. “Dentro de casa, estamos pecando por erros individuais.”

O Flamengo, em meio a grande tensão política no clube, tenta vencer hoje para decidir sábado, no Fla-Flu, a sua classificação para a segunda fase da competição. Ontem, agravando a crise, o ex-presidente flamenguista Márcio Braga foi ao centro de treinamento, o Fla-Barra, para se “solidarizar com a comissão técnica”. Ele acusou o atual presidente, Kleber Leite, de interferir em assuntos da comissão técnica.

“Eu ganhei 25 títulos como presidente do Flamengo. Para quem já gastou R$ 60 milhões em negociações, Kleber Leite não teve sucesso”, disse Braga, candidato extra-oficial na eleição de dezembro. Leite não quis responder aos ataques.

Márcio Braga elogiou o técnico Paulo Autuori, que tem tido choques com a atual diretoria.