São Paulo 1 x 0 Santos

Data: 31/05/1997, sábado
Competição: Campeonato Paulista – Quadrangular decisivo – 2ª rodada
Local: Estádio do Pacaembu, em São Paulo, SP.
Público: 30.030 pagantes
Renda: R$ 371.428,00
Árbitro: Hellmut Krug (ALE)
Cartões amarelos: Cláudio, Bordon, Belletti e Serginho (SP); Marcos Assunção, Macedo, Ronaldo e Narciso (S).
Cartão vermelho: Baiano (S)
Gol: Dodô (36-2, de pênalti).

SÃO PAULO
Rogério; Cláudio, Rogério Pinheiro, Bordon e Serginho; Axel, Belletti (Edmilson), Luiz Carlos e Marques (Fábio Aurélio); Aristizábal (Adriano) e Dodô.
Técnico: Dario Pereyra

SANTOS
Zetti; Ânderson Lima, Narciso, Ronaldão (Ronaldo) e Cássio (Juari); Marcos Assunção, Baiano, Alexandre (Alessandro) e Caíco; Muller e Macedo.
Técnico: Wanderley Luxemburgo



São Paulo vence e elimina o Santos

Com um gol de Dodô, seu 19º no Paulista, o São Paulo derrotou o Santos, por 1 a 0, ontem à noite, no estádio do Pacaembu. O resultado tirou o Santos da disputa do título e deixou o São Paulo como líder do quadrangular, com seis pontos -o Corinthians tem três e pega hoje o Palmeiras (sem pontos).

O primeiro tempo, no péssimo gramado do Pacaembu, foi dominado pelo Santos. Aos 7min, Marcos Assunção chutou da intermediária. A bola, que ia para a esquerda, desviou na zaga e mudou de direção, mas Rogério conseguiu esticar o braço e desviá-la.

Cinco minutos depois, Ânderson entrou pela esquerda e bateu rente à trave. Rogério espalmou para o meio da área, onde estava Muller, que girou o corpo e chutou novamente a gol, para outra boa defesa do goleiro são-paulino.

Debaixo de chuva forte, o Santos desperdiçou uma cobrança de falta a um passo da grande área, novamente com Ânderson. Ele cobrou na barreira.
Sentindo a dificuldade de seu time, o técnico Dario Pereyra colocou Fábio Aurélio no lugar de Marques, que estava mal.

Aos 38min, o meia defensivo Baiano fez falta violenta em Belletti e foi expulso. Aos 44min, o são-paulino Luiz Carlos recebeu cruzamento da esquerda, dominou no peito e, dentro da área, bateu rente à trave de Zetti.

O São Paulo voltou melhor para o segundo tempo, explorando, principalmente, as jogadas do lado esquerdo, com Serginho. Assim, criou boas jogadas aos 9min (Dodô cabeceou próximo à trave) e aos 17min (quando Aristizábal, também sozinho, cabeceou para fora).

O gol da vitória surgiu aos 36min, com Dodô cobrando um pênalti sofrido por ele mesmo.

Com vantagem, Luiz Carlos ainda desperdiçou uma chance clara de marcar, aos 43min, após tabela entre Dodô e Aristizábal. No desespero, o Santos foi para o ataque, mas não conseguiu o empate.

Vágner pode ser negociado com o Napoli

O meia Vágner, do Santos, que cumpre suspensão de 60 dias e não participa do quadrangular final, deve ir para o Napoli, da Itália. Até agora, existem três times interessados no jogador. No Brasil, o Palmeiras. Na Europa, além do clube italiano, o Sevilla, da Espanha. O jogador tem contrato com o Santos até julho de 98.

“Sou profissional. Mas acho difícil ficar no Brasil.”

O Santos vai entrar novamente com recurso para liberar Vágner para a última partida contra o Palmeiras, quarta-feira. A suspensão foi motivada pela agressão ao juiz Julio Matto, do Uruguai, em partida do Campeonato Paulista.

Amanhã, o técnico Luxemburgo será julgado pelo Tribunal de Justiça Desportiva da Federação Paulista de Futebol, pela expulsão na primeira partida do quadrangular final, contra o Corinthians.