Mogi Mirim 0 x 2 Santos

Data: 03/05/1997, sábado, 16h00.
Competição: Campeonato Paulista
Local: Estádio Wilson Fernandes de Barros, em Mogi Mirim, SP.
Público: 5.839 pagantes
Renda: R$ 29.123,00
Árbitro: Oscar Roberto Godói (SP)
Cartões amarelos: Agnaldo, Rogerinho, Marcelo Lopes, Marcelo Batatais e Ademir (M); Élder, Rogério Seves, Ronaldo, Ânderson e Baiano (S).
Gols: Macedo (34-1) e Caíco (32-2).

MOGI MIRIM
Aílton Cruz; Ronaldo, Paulão, Marcelo Batatais, Marcelo Lopes e Rogerinho; Zé Luís, Kanela (Ademir) e Samuel (Andradina); Aguinaldo e Marcão.
Técnico: Oswaldo Alvarez

SANTOS
Zetti; Baiano, Ronaldo Marconato, Narciso e Rogério Seves (Ânderson Lima); Marcos Assunção, Élder, Caíco e Alexandre (Alessandro); Müller e Macedo (Careca).
Técnico: Wanderley Luxemburgo



Santos vence Mogi e ainda tem chances

O Santos derrotou o Mogi Mirim, ontem, por 2 a 0 e passou para a segunda colocação do Grupo 1, com 37 pontos, mas, com três rodadas pela frente, ainda depende de pelo menos um fracasso da Lusa para ter chance de ser classificar.

O Santos dominou completamente o jogo, mas deixou o gramado no primeiro tempo com uma vitória por apenas 1 a 0.

A única chance do Mogi aconteceu no primeiro tempo, em uma finalização cruzada. O lateral-esquerdo Rogério Seves atrapalhou o goleiro Zetti, mas a bola foi pela linha de fundo.

Por sua vez, o Santos tentou logo aos 5min, quando Macedo completou uma cobrança de escanteio, mas o goleiro Aílton defendeu.

O técnico Wanderley Luxemburgo armou o Santos com uma formação cautelosa. Na lateral direita escalou o volante Baiano, para reforçar a marcação, e deixou o atacante Alessandro na reserva.

O acaso deixou o Santos mais ofensivo. Alexandre se contundiu e foi substituído por Alessandro. A equipe ficou mais rápida, com Alessandro se deslocando pela esquerda e Müller, pela direita, mas desperdiçando suas chances.

Só aos 34min o Santos marcou. Alessandro recebeu pelo meio e Müller atraiu a marcação. Alessandro passou para Macedo, que dominou dentro da área livre, e marcou na saída do goleiro.

O segundo tempo foi praticamente uma cópia do primeiro, só que bem mais lento. O Mogi continuou a não se encontrar em campo e o Santos a desperdiçar chances de gol.

Aos 30min, Careca entrou no Santos. Dois minutos depois, Alessandro recebeu na esquerda e cruzou para ele, que cabeceou no chão. Aílton Cruz rebateu e Caíco marcou.



Santos mantém esquema ofensivo ( Em 03/05/1997 )

O Santos confia na habilidade dos atacantes Macedo, Alessandro e Müller para vencer o Mogi Mirim, às 16h, no estádio Wilson Barros, em Mogi Mirim (SP).

O zagueiro e capitão do time Ronaldão, punido com o terceiro cartão amarelo, será o desfalque.

O técnico Wanderley Luxemburgo afirmou que mantém o esquema ofensivo. Anteontem, na vitória sobre o Rio Branco por 3 a 1 na Vila Belmiro, ele criticou as vaias da torcida ao time.

“Temos que vencer dentro e fora de casa. O Santos tem padrão tático definido, não há porque alterá-lo”, disse o treinador.

A exemplo do que fez no jogo contra o Rio Branco, Luxemburgo pode alterar a formação da equipe na concentração. Alexandre pode aparecer no meio-campo, com Alessandro, que está voltando de uma contusão, ficando na reserva.

Só a vitória interessa ao time santista, que disputa com a Lusa o segundo lugar do Grupo 1. O time está dois pontos atrás do adversário e só os dois primeiros do grupo se classificam para a fase final.

O atacante Müller disputará sua quarta partida e corre atrás do primeiro gol. “O importante é o time vencer, independente de quem seja o artilheiro,” disse ele.

Na ausência de Ronaldão, Ronaldo Marconato terá mais uma oportunidade na equipe. Atuará pelo setor direito da zaga, com Narciso exercendo a função de Ronaldão, pelo lado esquerdo.

Depois do Mogi Mirim, o Santos terá pela frente o clássico contra o Corinthians, no dia 10 de maio, na Vila Belmiro. Serão colocados à venda 19 mil ingressos.

Os ingressos começarão a ser vendidos na segunda-feira. No dia do jogo, não haverá venda.

O Mogi Mirim, por sua vez, entra em campo sem levar em conta o pensamento de classificação pela primeira vez. A derrota para o Botafogo, anteontem, acabou com as esperanças do time, que caiu para a última colocação do Grupo 2.

“Agora vamos trabalhar para melhorar a nossa campanha, já que perdemos muitos pontos e sofremos uma grande queda”, disse o técnico Oswaldo Alvarez.

Leto continua fora por contusão. Seu substituto será Jó ou Samuel.