Santos 1 x 0 Corinthians

Data: 17/02/2021, quarta-feira, 19h00.
Competição: Campeonato Brasileiro 2020 – 33ª rodada (antepenúltima)
Local: Estádio da Vila Belmiro, em Santos, SP.
Público: portões fechados devido a pandemia de Covid-19.
Árbitro: Vinicius Gonçalves Dias Araujo (SP).
Auxiliares: Evandro de Melo Lima e Luiz Alberto Andrini Nogueira (ambos de SP).
VAR: Marcio Henrique de Gois (SP)
Cartões amarelos: nenhum.
Gol: Marcos Leonardo (09-2).

SANTOS
João Paulo; Pará, Luiz Felipe, Luan Peres e Felipe Jonatan; Alison, Sandry (Vinicius Balieiro) e Ivonei (Soteldo) (Jean Mota); Marinho (Madson), Lucas Braga e Marcos Leonardo (Bruno Marques).
Técnico: Cuca

CORINTHIANS
Cássio; Michel (Gabriel Pereira), Jemerson, Gil e Fábio Santos; Gabriel, Cantillo, Gustavo Mosquito (Cazares), Araos (Otero) e Mateus Vital (Ramiro); Léo Natel (Jô).
Técnico: Vagner Mancini



Santos vence com gol histórico, complica Corinthians e se aproxima de vaga na Libertadores

O Santos venceu o Corinthians por 1 a 0 na noite desta quarta-feira, na Vila Belmiro, em jogo adiado da 33ª rodada do Campeonato Brasileiro. O gol foi marcado por Marcos Leonardo.

O desvio oportunista do Menino da Vila no segundo pau foi histórico. Aos 17 anos, o centroavante fez o gol número mil do clube na Vila Belmiro na história do Brasileirão. A informação foi levantada pela ASSOPHIS (Associação dos Pesquisadores e Historiadores do Santos).

O Peixe não começou bem o clássico, mas contou com Soteldo para melhorar no segundo tempo. Ele entrou no intervalo, mudou a partida, voltou a sentir a coxa e foi substituído aos 18 minutos.

Com a vitória, o Santos se aproxima de uma vaga na Pré-Libertadores e complica muito o rival. O Peixe agora é o oitavo colocado, com 53 pontos, e abriu quatro de diferença para o Timão, o décimo.

Faltam duas rodadas para o fim do Brasileiro. O Santos enfrentará Fluminense (casa) e Bahia (fora). O Corinthians medirá forças com Vasco (casa) e Internacional (fora).

O jogo

O Corinthians começou o clássico melhor e criou duas chances contra o Santos. Aos 2, Vital chutou e o goleiro João Paulo espalmou. No minuto 4, Mosquito disparou e foi travado por Luan Peres antes de ficar cara a cara com João Paulo.

Aos 11 minutos, a Vila Belmiro sofreu um apagão e a luz só foi retomada 16 minutos depois. O ritmo caiu, mas o Corinthians seguiu mais organizado.

A única chegada do Santos ocorreu aos 38 jogados, quando Sandry cruzou, Luiz Felipe cabeceou e o goleiro Cássio segurou firme.

Soteldo entrou no intervalo, no lugar de Ivonei, e mudou o o cenário do clássico. Aos oito minutos, recebeu de Marinho em contra-ataque e parou em Cassio e chutou no rebote em cima de Fábio Santos.

Quando o placar marcava nove jogados, Soteldo recebeu de Felipe Jonatan e obrigou Cássio a fazer linda defesa. No rebote, Marinho cruzou e Marcos Leonardo completou. 1 a 0. Depois de tudo isso, o baixinho sentiu a coxa e precisou sair. Ele ficou no banco por causa desse incômodo.

Aos 25, o Santos voltou a assustar o Corinthians. Lucas Braga recebeu pela esquerda e cruzou rasteiro. A bola atravessou a pequena área sem desvio e passou perto do gol de Cássio.

O Timão se lançou ao ataque, mas pouco criou. Com uma postura mais conservadora depois do gol de Marcos Leonardo, o Peixe “soube sofrer” e o goleiro João Paulo não foi exigido.

Bastidores – Santos TV:

Cuca explica ‘comemoração de campeão’ no Santos após clássico: “Demos a volta por cima”

O técnico Cuca explicou a “comemoração de campeão” do Santos após a vitória por 1 a 0 sobre o Corinthians nesta quarta-feira, na Vila Belmiro, em jogo adiado da 33ª rodada do Campeonato Brasileiro.

O Peixe fez muita festa no vestiário após uma reunião no centro do gramado.

“Muita gente fala que estamos comemorando como campeão, mas não é para menos. Dor da Libertadores é muito grande, procurando aceitar o que aconteceu. E depois da perda, tínhamos tudo para esmorecer. Perdemos Lucas Veríssimo, Diego Pituca, Kaio Jorge, Soteldo, Laércio. E hoje a gente coloca uma meninada. Empatamos com Grêmio e Atlético-GO… Vencemos o Coritiba e hoje um clássico que era uma decisão. Normal uma comemoração tão grande. Não está definida a vaga na Libertadores, mas se aproximou. Eles merecem e que a gente possa definir no domingo”, disse Cuca.

“Todo mundo trabalha, mas é o algo a mais. A luta e entrega como vimos hoje, esse espírito. Esses meninos têm qualidade, e com esse espírito e compromisso que têm com o clube, é gostoso ver eles cantarem o hino do clube. Quando estiverem mal, torcedor tem que lembrar disso e perdoar. Vida é assim, há bons e maus momentos. Demos a volta por cima e estamos perto de completar a temporada na Libertadores. Ainda não conseguimos, precisamos vencer um dos dois jogos”, completou.

Cuca elogia Holan e diz que pode sair do Santos antes do fim do Brasileirão: “Pode ser um atrativo”

Cuca elogiou Ariel Holan, provável novo técnico do Santos, e disse que pode sair do clube antes do fim do Campeonato Brasileiro. O Peixe ainda enfrentará Fluminense, no domingo, e Bahia, no dia 25.

O Alvinegro está perto de contratar o argentino, mas espera ter Cuca pelo menos diante do Fluminense no domingo, novamente na Vila Belmiro, quando a equipe pode confirmar a vaga na Pré-Libertadores.

“Quando conversei com Rueda, Quaresma e Jorge, falei que iria até o fim do contrato a não ser que o Santos contratasse um treinador para ganhar esse tempo. Lógico que isso cria uma ansiedade… A gente quer ajudar o clube. Hoje me parece que praticamente definiu o treinador, não sei, mas está em fase de definição. Tem gente que está cravando. Vou curtir hoje e vou ver amanhã no clube se há um treinador contratado para fazer uma transição. Não dá para treinar um time tendo outro. É um tempo que ele ganha. Termina o campeonato na quinta e tem jogo domingo já. Ganharia um tempo nesses dois jogos, pode ser um atrativo a mais para os jogadores. Quem está um pouquinho acomodado dar um salto. Se for assim, estou aqui para ajudar. Quero o bem do Santos”, disse Cuca, antes de falar de Holan e de outros especulados.

“Conheço de jogar contra aquelas partidas contra o Independiente na Libertadores em 2018. Time ajustado, muito bom. Foi campeão no Chile. Outros tantos foram falados e também são bons treinadores, os brasileiros como Tiago Nunes, Felipão, Lisca, Diniz. É questão de escolha”, completou.

Marcos Leonardo emplaca “trinca” no Santos e é elogiado por Cuca: “Tem cheiro de gol”

Com 17 anos, Marcos Leonardo emplacou o terceiro jogo consecutivo com um gol pelo Santos: Atlético-GO, Coritiba e Corinthians.

Reserva contra Atlético-GO e Coritiba, o centroavante substituiu Kaio Jorge no clássico e fez o gol da vitória por 1 a 0 na Vila Belmiro.

“Eu pude ajudar o elenco com o gol da vitória. Sempre sonhei e batalhei para isso acontecer. Não ia deixar escapar o que meus pais fizeram por mim. Deixaram a Bahia nessa missão e eu faço meu melhor”, disse Marcos.

Em entrevista coletiva, o técnico Cuca elogiou o Menino da Vila.

“É um menino de 17 anos, está em formação óssea. Terminando de pegar composição corporal. Para aprender muita coisa que futebol vai ensinar. É precoce, tinha que estar no sub-20 e ganhando tempo, mas está com a gente há um ano. Em 2018 estava comigo. Está esticando, pegando experiência e tem cheiro de gol. É importantíssimo isso para centroavante. Estou muito feliz com esse pessoal”, falou o comandante.

O jovem respondeu ao professor.

“Cuca é um paizão para mim e todo o elenco. Fico feliz pelo elogio dele. Ele pega no meu pé para eu ajudar cada vez mais. É uma felicidade imensa. Um sonho que eu realizo”, concluiu.