Santos 2 x 0 Coritiba

Data: 13/02/2021, sábado, 19h00.
Competição: Campeonato Brasileiro – 36ª rodada
Local: Estádio da Vila Belmiro, em Santos, SP.
Público: portões fechados devido a pandemia de Covid-19.
Árbitro: Bruno Arleu de Araujo (RJ)
Auxiliares: Michael Correia e Thiago Henrique Neto Correa Farinha (ambos do RJ).
VAR: Rodrigo Nunes de Sá (RJ)
Cartões amarelos: Guilherme Biro, Robson, Hugo Moura e Nathan Ribeiro (C).
Gols: Marinho (38-1) e Marcos Leonardo (37-2).

SANTOS
João Paulo; Pará, Laércio (Ivonei), Luan Peres e Felipe Jonatan; Alison, Sandry (Vinícius Balieiro), Marinho (Ângelo) e Soteldo; Kaio Jorge (Marcos Leonardo) e Lucas Braga (Jean Mota).
Técnico: Cuca

CORITIBA
Arthur; Jonathan, Nathan Ribeiro, Nathan Silva e Guilherme Biro (Ângelo); Hugo Moura, Matheus Bueno (Nathan) e Sarrafiore (Robson); Neílton, Luiz Henrique (Mattheus) e Ricardo Oliveira.
Técnico: Gustavo Morínigo



Com golaço de Marinho, Santos vence, rebaixa o Coritiba e segue na briga por vaga na Libertadores

A briga por uma vaga na próxima edição da Libertadores segue intensa. Neste sábado, pela 36ª rodada do Campeonato Brasileiro, o Santos venceu o Coritiba por 2 a 0, em casa, e acirrou a disputa. Marinho, que estava retornando de lesão, e Marcos Leonardo anotaram os tentos do confronto.

Com o resultado, o Peixe pulou para a oitava colocação, com 50 pontos, um a mais que o Corinthians (9º), dois do Bragantino (10º) e três do Athletico-PR (11º). No entanto, todos esses times que perseguem o Alvinegro ainda jogam na rodada. Já o Coxa estacionou nos 28 pontos, na vice-lanterna, e, com isso, está matematicamente rebaixado à Série B.

O Santos volta a campo agora na próxima quarta-feira, quando recebe o Corinthians, às 19 horas (de Brasília), na Vila Belmiro, em partida atrasada da 33ª rodada.

O jogo

A primeira etapa começou com os anfitriões partindo para cima. Com um minuto de bola rolando, Marinho recebeu na entrada da área e arriscou chute cruzado que passou pela direita. Já aos 12, foi a vez de Luan Peres se arriscar no ataque e disparar uma bomba da intermediária. O estreante Arthur se esticou e defendeu em dois tempos.

A resposta dos visitantes saiu no minuto seguinte, e na mesma moeda. Hugo Moura ficou livre de frente para o gol e queimou forte finalização para a intervenção de João Paulo. Na sequência, Matheus Bueno tentou e tirou tinta da trave.

A partir de então, o jogo caiu de rendimento, com as duas equipes trocando passes no campo defensivo e encontrando dificuldades para criar. No entanto, quando o Peixe voltou ao ataque, foi fatal. Com o relógio marcando 38 minutos, Marinho arrancou pelo meio e passou para Lucas Braga, que devolveu com um lindo de letra para deixar o camisa 11 na cara do gol. O atacante, então, mostrou muita categoria ao tocar de cavadinha para o fundo da rede e marcar um golaço.

Em desvantagem, o Coritiba voltou aceso do intervalo. Com menos de um minuto, Mattheus aproveitou a sobra de bola e emendou uma bomba para a difícil defesa de João Paulo. Aos cinco, Robson cruzou da direita e Ricardo Oliveira se atirou de carrinho para levar muito perigo.

O Santos respondeu aos 19. Soteldo fez bela jogada individual pela esquerda e acionou Kaio Jorge, que, de primeira, cruzou rasteiro para Jean Mota finalizar no cantinho para a boa intervenção de Arthur. Cinco minutos depois, o goleiro voltou a brilhar, e mais uma vez em um arremate de Jean Mota.

Já aos 37, nada impediu que a bola entrasse. Após cobrança de falta, Laércio ganhou do arqueiro no alto e deixou Marcos Leonardo com o gol aberto. O garoto, então, teve apenas o trabalho de empurrar a bola para o barbante e correr para o abraço.

Na sequência, o Alvinegro Praiano apenas controlou o resultado até o apito final do árbitro.

Bastidores – Santos TV:

Cuca comemora reencontro com a vitória e destaca espírito do elenco: “Muito contente”

O Santos enfim quebrou a série de sete jogos sem vencer na temporada. Neste sábado, o Peixe derrotou o Coritiba, pela 36ª rodada do Brasileirão, e os três pontos também ajudaram o clube a permanecer vivo na disputa por uma vaga na próxima edição da Libertadores.

Após a partida, o técnico Cuca celebrou o fim do jejum e destacou a boa atuação de seus jogadores.

“Um jogo bem jogado, a gente sabe que tem que ter calma, paciência, velocidade e trabalhar a bola para fazer uma marcação forte no campo de ataque e não deixar o adversário gostar do jogo. Isso tudo a gente fez. Lógico que em algum momento não dá, pois o jogo também tem importância para o adversário. No geral, fomos superiores e merecemos vencer. Depois de alguns jogos sem vitórias, hoje ela veio, nos coloca no oitavo posto, que pode nos levar a Pré-Libertadores. Mas existem muitos jogos pela frente para confirmar a classificação, cada jogo tem um caráter decisivo”, disse.

O comandante também ressaltou o espírito do grupo, que soube superar a amarga derrota na final da Libertadores de 2020, há duas semanas, e, mesmo em reta final de campeonato, está apresentado uma boa condição física.

“A gente está muito contente, o pessoal soube passar um momento ruim, que é a pôs perda da Libertadores e, de lá para cá, empatou com Atlético-GO e Grêmio, fora, jogando bem. E hoje ganhou bem, o que encaminha a acabar bem o Campeonato Brasileiro. Você não vê um jogador com câimbra, eles tão bem, esses dois/três jogos que a gente mesclou bem deu para dar uma recuperada”, comentou.

Marcos Leonardo celebra vitória e agradece elenco do Santos: “Me ajudam a crescer”

O Santos segue firme na briga por uma vaga na Libertadores de 2021. Neste sábado, o Peixe venceu o Coritiba por 2 a 0, em casa, pela 36ª rodada, e pulou para a oitava colocação do torneio. Autor do segundo gol da noite, o jovem Marcos Leonardo celebrou o triunfo e agradeceu o elenco santista pela ajuda em sua adaptação ao profissional.

“Agradecer ao elenco, que me ajuda a crescer cada dia mais, ainda mais nesse primeiro ano de profissional. Graças a Deus me adaptei bem. A gente sabia que hoje ia ser um jogo duro, pegado, conseguimos uma vitória importante no passo a passo em busca da Libertadores”, disse ao SporTV.

O atacante de apenas 17 anos subiu ao time principal em julho de 2020 e, desde então, realizou 20 partidas e marcou três gols.

Luan Peres diz que vice da Libertadores ficou no passado: “Agora é focar em classificar de novo”

Após sete jogos sem vencer na temporada, o Santos se reencontrou com o triunfo neste sábado, quando derrotou o Coritiba por 2 a 0, em casa, pela 36ª rodada do Campeonato Brasileiro.

E segundo o zagueiro Luan Peres, os três pontos conquistados nesta noite foram muito importantes para ajudar o time a esquecer o revés na final da Libertadores de 2020 e manter o Peixe na disputa por uma vaga na próxima edição do torneio continental.

“Todo mundo sabe que a gente queria a Libertadores, é a maior competição da América. Todo mundo fica triste, o outro time também ficaria se perdesse, é normal. Nós tivemos méritos de chagar na final, infelizmente não veio o título, mas vida que segue, é passado. Agora é focar em classificar de novo. A vitória de hoje foi de suma importância e quarta-feira a gente da sequência a isso, para chegar na final de novo”, disse em coletiva.

Peixe afasta trauma da Libertadores e completa três jogos invicto antes do clássico

Após a derrota na final da Libertadores, o Santos conseguiu engatar uma boa sequência. Os três jogos sem perder foram importantes para manter o clima bom na equipe mesmo após a decepção vivida no Rio de Janeiro. E esta manutenção do ambiente coloca o Peixe na briga por uma vaga na principal competição do continente na próxima temporada.

O primeiro jogo após a final foi contra o Grêmio, e o empate na Vila em 3 a 3 pode ser considerado um bom resultado, principalmente tendo em vista que o time jogou sem seus dois principais jogadores, Marinho e Soteldo. Logo depois, conseguiu outro empate, desta vez fora de casa, contra o Atlético-GO, que vem se destacando como mandante.

A última partida, contra o Coritiba, marcou uma vitória importantíssima, que recolocou o Santos definitivamente na briga pela vaga no G8. O próximo jogo será justamente contra o principal adversário nesta briga: o Corinthians. O clássico está marcado para acontecer na Vila, onde o time tem mostrado sua força.

Se não bastasse a derrota na Libertadores, o Peixe ainda perdeu jogadores essenciais como Diego Pituca e Lucas Veríssimo, que foram para o Japão e para a Europa, respectivamente. Outro nome certo que deixará o clube é o técnico Cuca, grande responsável pelo ótimo ano do clube. O time vem demonstrando grande força, tem superado os obstáculos, e já mira novamente na principal competição da América.

Santos não recebe cartões amarelos e terá força máxima para “final” com Corinthians

Após vencer o Coritiba por 2 a 0, o Santos manteve o sonho de conquistar uma vaga para a próxima edição da Copa Libertadores vivo. E para ficar ainda mais perto do torneio continental, o Peixe busca uma vitória contra o Corinthians, na quarta-feira, às 19 horas (de Brasília), em partida atrasada da 33ª rodada.

O clássico terá um clima de decisão na Vila Belmiro. Isso porque ambos os times lutam pelo mesmo objetivo. No momento, o Alvinegro Praiano está em oitavo lugar, com 50 pontos, dois a mais que o Timão. No entanto, o clube do Parque São Jorge possuiu um jogo a menos, contra o Flamengo, e, caso vença, ultrapassa o rival.

E uma importante notícia para os torcedores santistas para este próximo duelo é que o Santos terá força máxima. O clube correu risco de perder alguns jogadores por conta de suspensão, mas o time do técnico Cuca conseguiu deixar a partida contra o Coxa sem receber cartões amarelos.

Dentre os atletas em questão, dois são titulares absolutos e cruciais para o desempenho da equipe. São eles: Soteldo e Kaio Jorge. Os dois atacantes estão entre os quatro atletas que mais participam dos gols do Peixe no Brasileirão, com oito e cinco contribuições, respectivamente.

Além da dupla, Alex, Lucas Lourenço, Marcos Leonardo e Arthur Gomes também poderiam perder o clássico caso recebem uma advertência do árbitro.

Santos chega para o último clássico da temporada com retrospecto negativo

A semana é decisiva para Santos e Corinthians. As duas equipes entram em campo na quarta-feira em confronto direto na tabela e realizando o último clássico paulista da temporada. Porém, o retrospecto pesa contra a equipe da Vila.

O Peixe disputou nove clássicos na atual temporada – foram quatro derrotas, quatro empates e apenas uma vitória. O último confronto ainda foi a derrota para o Palmeiras na final da Libertadores.

A única vitória do Santos aconteceu neste ano de 2021, pelo segundo turno do Brasileirão. Ainda antes da derrota na Libertadores para o rival alviverde, o time da Vila derrotou o tricolor do Morumbi por 1 a 0 – gol de Jobson.

“Não temos que pensar em vencer só porque é um clássico, mas porque é um jogo importante, decisivo, que nos deixa mais próximo do nosso objetivo, então temos que medir tudo isso”, destacou Cuca após a vitória sobre o Coritiba.

Colados na tabela, Santos e Corinthians duelam por vaga direta na Libertadores nesta quarta-feira, às 19h, na Vila Belmiro.

Confira todos os resultado em clássico do Santos na temporada 2020:

02/02/2020 – Corinthians 2 x 0 Santos – Paulista
07/10/2020 – Corinthians 1 x 1 Santos – Brasileiro

29/02/2020 – Santos 0 x 0 Palmeiras – Paulista
23/08/2020 – Palmeiras 2 x 1 Santos – Brasileiro
05/12/2020 – Santos 2 x 2 Palmeiras – Brasileiro
30/01/2021 – Palmeiras 1 x 0 Santos – Libertadores/20

14/03/2020 – São Paulo x 2 x 1 Santos – Paulista
12/09/2020 – Santos 2 x 2 São Paulo – Brasileiro
10/01/2021 – São Paulo 0 x 1 Santos – Brasileiro/20