Santos 1 x 1 Ceará

Data: 27/12/2020, domingo, 18h15.
Competição: Campeonato Brasileiro – 27ª rodada
Local: Estádio da Vila Belmiro, em Santos, SP.
Público: portões fechados devido a pandemia de Covid-19.
Árbitro: Rodolpho Taski Marques (PR).
Auxiliares: Bruno Boschilia e Ivan Carlos Bohn (ambos do PR).
VAR: Rodrigo Nunes de Sá (RJ).
Cartões amarelos: Diego Pituca e Felipe Jonatan (S); Cléber, Saulo Mineiro e Vina (C).
Gols: Marinho (10-1) e Samuel Xavier (36-1).

SANTOS
John; Lucas Braga, Laércio, Luan Peres e Felipe Jonatan (Jean Mota); Alison (Arthur Gomes), Diego Pituca e Sandry (Vinicius Balieiro); Marinho, Soteldo (Bruno Marques) e Kaio Jorge (Lucas Lourenço).
Técnico: Cuca

CEARÁ
Fernando Prass; Samuel Xavier (Eduardo), Tiago, Klaus e Bruno Pacheco; Fabinho, Fernando Sobral (Kelvyn), Charles (Pedro Naressi) e Vina; Lima (Saulo Mineiro) Cléber (Felipe Vizeu).
Técnico: Guto Ferreira



Santos só empata com o Ceará e vê G-6 do Brasileirão mais distante

O Santos só empatou em 1 a 1 com o Ceará na noite deste domingo, na Vila Belmiro, pela 27ª rodada do Campeonato Brasileiro. O Peixe abriu o placar com Marinho. O Ceará empatou ainda no primeiro tempo com Samuel Xavier.

O empate distancia o Peixe do G-6 e representa a quarta partida sem vitória no Brasileirão. O clube da Baixada Santista é o oitavo, com 39 pontos, três a menos que o Grêmio, o sexto colocado e com um jogo a menos. O Vozão é o 10º, com 36.

O Santos começou melhor, mas perdeu intensidade após abrir o placar. No segundo tempo, o Peixe voltou melhor, porém, parou no goleiro Fernando Prass e na trave. O Alvinegro ainda teve um gol anulado de Arthur Gomes, por toque no braço, aos 37 minutos.

O jogo

O Santos começou melhor na Vila Belmiro e não demorou a abrir o placar. Marinho, sempre ele, fez o primeiro gol aos 10 minutos. Ele começou a jogada, forçou o erro de Fernando Sobral e a bola passou por Soteldo até a assistência de Diego Pituca.

Após o gol, o Peixe diminuiu o ritmo e viu o Ceará melhorar. Os visitantes foram ganhando campo e assustando o goleiro John, até que o empate chegou com Samuel Xavier, no minuto 36. Cléber cabeceou e o lateral-direito marcou no rebote.

Os minutos finais foram de uma partida franca, com ataques para os dois lados. Aos 45, Vina arrancou com liberdade e finalizou para grande defesa de John. A virada ficou por pouco.

O Santos voltou melhor para a etapa final. Sem espaço pelo meio, apostou nas jogadas pelo lado do campo e fez muitos cruzamentos. Em dois deles, o desempate quase saiu.

No minuto 35, Marinho bateu forte e Fernando Prass defendeu. A bola subiu e ainda tocou no travessão antes de sair para escanteio. Pouco tempo depois, Marinho cobrou escanteio fechado e Arthur Gomes, na pequena área, tocou com a cabeça (e com o braço) para o gol. Lance anulado com auxílio do VAR.

Nos minutos finais, o Santos se lançou ao ataque e tentou como deu. Mas o empate permaneceu no placar da Vila Belmiro.


Santos fecha novo patrocínio para o número do uniforme

O Santos acertou um contrato de três anos com a Konami para o número do uniforme. O produto estampado nos primeiros meses será o PES 2021, famoso game de futebol. A informação foi inicialmente publicada por A Tribuna.

A estreia do parceiro ocorre neste domingo, diante do Ceará, pela 27ª rodada do Campeonato Brasileiro. A empresa substitui a Orthopride, que rescindiu o vínculo em outubro, depois do anúncio da contratação de Robinho.

Pelo que a Gazeta Esportiva apurou, a Konami pagará R$ 1,5 milhão em janeiro e mais R$ 1,5 milhão durante o restante do contrato, válido até dezembro de 2023.

A Konami se junta a Philco, Oceano B2B, Tekbond, Foxlux, Casa de Apostas, Kicaldo, Unicesumar e Kodilar.