Santos 3 x 1 Bahia

Data: 01/11/2020, domingo, 18h15.
Competição: Campeonato Brasileiro – 19ª rodada
Local: Estádio da Vila Belmiro, em Santos, SP.
Público: portões fechados devido a pandemia de Covid-19.
Árbitro: Héber Roberto Lopes (SC)
Auxiliares: Helton Nunes e Johnny Barros de Oliveira (ambos de SC).
VAR: Rodolpho Toski Marques (PR)
Cartões amarelos: Madson, João Paulo, Marinho e Sandry (S); Juninho e Anderson Martins (B).
Gols: Madson (09-1), Marinho (25-1), Daniel (27-1) e Jobson (36-1).

SANTOS
João Paulo; Madson, Lucas Veríssimo, Luan Peres e Felipe Jonatan; Diego Pituca, Jobson (Sandry) e Jean Mota (Lucas Lourenço); Marinho, Soteldo (Ângelo) e Kaio Jorge (Marcos Leonardo).
Técnico: Cuca

BAHIA
Douglas; Nino Paraíba, Anderson Martins, Juninho e Juninho Capixaba; Gregore, Ronaldo (Elias) e Daniel (Clayson); Élber (Marco Antonio), Fessin (Rossi) e Gilberto (Saldanha).
Técnico: Mano Menezes



Santos vence o Bahia na Vila e termina primeiro turno do Brasileirão no G-6

O Santos venceu o Bahia por 3 a 1 neste domingo, na Vila Belmiro, pela 19ª rodada do Campeonato Brasileiro. Os gols foram marcados por Madson, Marinho e Jobson. O de honra para o Tricolor foi de Daniel.

Com a vitória, o Peixe termina o primeiro turno com 30 pontos, na sexta colocação – dentro do G-6, zona de classificação para a Libertadores da América. O Bahia é apenas o 15º, com 19 somados.

O Alvinegro dominou as ações desde o começo e foi letal no primeiro tempo, quando fez seus três gols. A equipe ainda contou com boa atuação de João Paulo e uma falha de Douglas para o time de Salvador.

O jogo

O Santos dominou a partida desde o início, mas o Bahia nunca deixou de ser perigoso, principalmente em contra-ataques. E o primeiro gol foi do Peixe, aos nove minutos, quando Soteldo cruzou e Madson apareceu de surpresa no segundo pau.

No minuto seguinte, João Paulo fez milagre após dar rebote em chute de Élber. Gilberto, quase na pequena área, bateu firme e o goleiro santista evitou o empate na Vila.

Depois do susto, o Santos se reorganizou e ampliou com Marinho, após bate-rebate em escanteio e assistência de Jobson, quando o placar marcava 25 jogados. O Tricolor, porém, diminuiu com Daniel dois minutos depois. Luan Peres furou e Daniel aproveitou.

O Peixe voltou a ficar tranquila na partida no minuto 36: Jobson cobrou a falta e o goleiro Douglas aceitou. 3 a 1 na etapa inicial.

O Bahia se lançou ao ataque na etapa final e, com um minuto, Gilberto obrigou João Paulo a fazer boa defesa. O atacante deixou o zagueiro Luan Peres no chão na jogada.

O Santos respondeu no sexto minuto, quando Marinho bateu falta com veneno e Douglas espalmou. Aos 16, o goleiro baiano fez outra boa intervenção em finalização de fora da área de Felipe Jonatan.

Aos 28, outra boa chance para o Bahia. O goleiro João Paulo errou feio na saída de bola e Daniel ficou sozinho na pequena área. O chute desviou e bateu na trave santista.

Nos minutos finais, o Santos recuou as linhas e administrou a vitória por 3 a 1 na Vila Belmiro.

Bastidores – Santos TV:

Cuca lembra de previsões antigas e valoriza 1º turno do Santos: “Muito contente”

O técnico Cuca exaltou a vitória do Santos por 3 a 1 sobre o Bahia neste domingo, na Vila Belmiro, pela 19ª e última rodada do primeiro turno do Campeonato Brasileiro.

O Peixe construiu o placar na etapa inicial, com gols de Madson, Marinho e Jobson, e administrou o resultado – o Alvinegro abriu 2 a 0, viu o Tricolor diminuir e ampliou logo na sequência.

“Para essa análise do primeiro turno, temos que voltar ao começo da competição e vermos o que muitos analistas falaram. Santos estaria na segunda página, não entre os 10 primeiros. Estamos na primeira página, posição a nível de zona de Libertadores. Não é o que o Santos almeja, mas não estamos envolvidos só no Brasileirão. Copa do Brasil, Libertadores, mata-mata, viagem, elenco enxuto, formação de jovens”, disse Cuca, em entrevista coletiva.

“Estou muito contente com o trabalho, o retorno dos jovens e dos mais experientes. Torcedor também deve estar feliz com o que esse pessoal tem apresentado. Vivo em outras duas competições e entre os seis primeiros do Campeonato Brasileiro, completou.

Com o triunfo neste domingo,, o Alvinegro terminou o primeiro turno na sexta colocação, dentro da zona de classificação para a Libertadores da América, com 30 pontos. Cuca prevê segundo turno ainda mais difícil.

“Projeto mais difícil no segundo turno é a negociação dos três pontos. Cada um terá uma luta, não se sabe se é jogar contra parte de cima ou de baixo. Equipes tradicionais com 19 ou 20 pontos e vão vender caro cada jogo. Temos que nos preparar. Sei que segundo turno vai ser mais difícil por estarmos em outras competições. Prevejo no segundo turno uma dificuldade maior no Campeonato Brasileiro. Tomara que eu esteja enganado”, concluiu Cuca.

Cuca elogia Jobson e pede paciência com Jean Mota ao torcedor do Santos: “Estamos recuperando ele”

O técnico Cuca analisou o desempenho de Jobson e Jean Mota após a vitória do Santos por 3 a 1 sobre o Bahia neste domingo, na Vila Belmiro, pela 19ª e última rodada do primeiro turno do Campeonato Brasileiro.

O treinador elogiou Jobson como meia e pediu paciência com Jean Mota ao torcedor santista.

“Jobson, por ter qualidade, visão de jogo e passe, atrás havia algum risco. E na frente não faz mal se passe não entrar. E os que entram geram possibilidade de gol, como foi no segundo gol, o do Marinho. Jogou bem, pega intensidade dentro de jogo, tem melhorado e é necessário no futebol de hoje. Sem intensidade, não se joga. Tem que unir qualidade e técnica com intensidade”, disse Cuca, sobre Jobson.

“Jean Mota é alvo de críticas da torcida, mas torcedor precisa entender que são as peças que temos. Com tolerância maior, futebol será melhor. Todos vão ler. Se não lerem, vão falar que ganhou nota 4, por exemplo. Existem outras valias, preenche espaço e faz coberturas que meninos não sabem fazer. Algumas peças vão correr um pouco mais para outros jogadores. Falta ritmo de jogo, é nítido. Foi artilheiro do Campeonato Paulista com ritmo maravilhoso, tudo que fazia dava certo. Estamos recuperando ele. Precisam ter mais paciência e tolerância com ele”, falou o técnico, sobre Jean Mota.

Cuca deve manter o meio-campo com Diego Pituca-Jobson-Jean Mota contra o Ceará, quarta-feira, no Castelão, pelo jogo de volta das oitavas de final da Copa do Brasil. O Peixe precisa vencer em Fortaleza após o 0 a 0 na Vila Belmiro. Um novo empate levaria a eliminatória para os pênaltis.