Derrotado o velho Modesto Roma, último representante de uma época em que o clube teve ótimo time e maus dirigentes

Nessa sexta-feira, entre as 10 e as 21h, compareceram 1.928 associados que votaram para a escolha do novo Conselho Deliberativo do Santos Futebol Clube.

Venceu a chapa de oposição, por 1.202 votos a 724, uma diferença de 478 votos. Houve ainda 2 votos nulos. Os novos dirigentes somente tomarão posse em 06 de abril, e o Campeonato Brasileiro começará já no próximo sábado.

E como não poderia deixar de ser, aconteceu de tudo um pouco. A chapa da oposição revoltou-se quando descobriu que alguns associados, que estavam com as mensalidades atrasadas, receberam vales da diretoria atual para pagarem seus débitos.

A nova diretoria apelou aos princípios éticos de Modesto Roma e pediu através de carta que nenhuma negociação ou renovação fosse feita até a posse.

Apoiada pelo atual presidente Modesto Roma, a chapa 1, da situação, era representada por Milton Teixeira, de 47 anos, e proprietário de uma faculdade em Santos. O seu vice-presidente de futebol, era Katutoshi Ono.

Já a chapa 2, de oposição, era representada por Rubens Quintas Ovalle, de 44 anos, que opera no ramo da construção civil. O seu vice-presidente era José Ely de Miranda, o Zito.

As duas chapas concorrentes tinham plataformas semelhantes, que se diferenciavam apenas em dois aspectos: a oposição insiste em promover uma auditoria na contabilidade do clube, para apontar irregularidades administrativas, além de prometer a eliminação de intermediários na contratação de jogadores.

A oposição pretende também acabar com a recém instalada sede do Santos na capital de São Paulo, através de uma mudança no estatuto que termine com a autonomia da vice-presidência de patrimônio para os assuntos fora da Baixada.

Em meio a esse cenário de transição, o clube tem dois meses de salários atrasados. O próprio vice-presidente, Milton Teixeira, tem confessado que não espera receber o Cr$ 1,5 milhão que emprestou a tesouraria.



Fonte:
– Estadão – 18/03 e 19/03
Jornal Folha de SP