Vasco 1 x 1 Santos

Data: 30/03/2002
Competição: Torneio Rio SP
Local: Estádio de São Januário, no Rio de Janeiro, RJ.
Público e Renda: N/D
Árbitro: Leonardo Gaciba (RS)
Cartões amarelos: Donizete e Euller (V); André Luís, Michel, Odvan, Douglas e Diego (S).
Cartões vermelhos: Robert (S) e Alex Oliveira (V)
Gol: Douglas (05-1) e Romário (45-2).

VASCO
Hélton ; Leonardo, João Carlos e Alex Oliveira; Jamir (Rodrigo), Donizete Oliveira (Ely Thadeu), André Leone, Léo Lima (André) e Felipe; Euller e Romário.
Técnico: Evaristo de Macedo

SANTOS
Fábio Costa; Odvan, Preto e André Luís; Michel (Esquerdinha), Marcelo Silva, Renato, Diego (Paulo Almeida) e Léo ; Douglas (William) e Robert.
Técnico: Celso Roth



Romário salva Vasco da derrota para o Santos ao marcar no final

No último minuto, Romário salvou o Vasco de uma derrota para o Santos em pleno São Januário, no Rio. Sob um calor de 35ºC, os dois times empataram em 1 a 1, gols de Douglas, logo aos cinco minutos do primeiro tempo, e de Romário, aos 45min do segundo, pelo torneio Rio-São Paulo.

Com o empate, o time santista passa a somar 19 pontos ganhos, chegando à nona colocação na classificação, mas reduzindo muito suas chances de ir à semifinal. O Vasco, que não vence há cinco jogos, agora tem 21 e ainda na briga por uma das quatro vagas.

Devido ao forte calor, os dois times iniciaram a etapa inicial procurando tocar a bola e cadenciando o ritmo da partida. O Santos teve apenas duas chances no primeiro tempo. Em uma delas, conseguiu marcar. Michel desceu pela direita e cruzou na medida para a conclusão de primeira de Douglas.

O Vasco, por sua vez, só teve uma boa oportunidade. Aos 10min, Léo Lima recebeu de Felipe, driblou seu marcador na área e soltou uma bomba, que explodiu no travessão e saiu pela linha de fundo.

No início da etapa complementar, os paulistas perderam o meia e atacante Robert, que fez duas faltas violentas seguidas e acabou expulso de campo. Em vantagem numérica, a equipe vascaína pressionou em busca do empate, mas sem muita objetividade.

Romário, João Carlos e André, que entrou no segundo tempo, desperdiçaram as melhores chances para empatar. Aos 30min, no entanto, o time de São Januário também perdeu um jogador expulso -Alex Oliveira deu pontapé em Michel e recebeu corretamente o vermelho.

A partir daí, a partida voltou a ficar equilibrada. No lance mais emocionante, William arrancou de sua intermediária defensiva, ganhou na corrida de um marcador e, ao tentar o drible no goleiro vascaíno, permitiu que a bola ficasse com Hélton.

No último minuto, Romário empatou em um lance de sorte e oportunismo. Euller escapou pela esquerda e cruzou rasteiro. Fábio Costa, ao tentar cortar, desviou fraco para a pequena área e o artilheiro vascaíno, que não marcava há dois jogos, tocou para o gol escancarado.