Santos 2 x 0 Botafogo

Data: 30/11/2014, domingo, 17h00.
Competição: Campeonato Brasileiro
Local: Estádio da Vila Belmiro, em Santos, SP.
Público: 4.269 pagantes
Renda: R$ 126.750,00
Árbitro: Paulo Henrique Godoy Bezerra (SC)
Auxiliares: Fabio Pereira (TO) e Marrubson Melo Freitas (DF).
Cartões amarelos: Caju (S) e Júnior César (B).
Gols: Leandro Damião (03-2) e Leandro Damião (44-2).

SANTOS
Aranha; Daniel Guedes, David Braz, Edu Dracena e Caju; Alison, Renato, Lucas Lima; Gabriel (Serginho), Thiago Ribeiro (Diego Cardoso) e Robinho (Leandro Damião).
Técnico: Enderson Moreira

BOTAFOGO
Jefferson; Regis, Dankler, André Bahia e Junior César; Airton, Gabriel, Andreazzi (Murilo) e Ronny (Gegê), Bruno Correa (Maikon) e Yuri Mamute.
Técnico: Vagner Mancini



Damião dá vitória ao Santos e faz Botafogo rever Série B após 12 anos

Time remendado por Vagner Mancini visitou o Santos na Vila Belmiro, foi derrotado por 2 a 0, com gols de Leandro Damião e está rebaixado no Campeonato Brasileiro

O calvário do Botafogo chegou ao fim neste domingo, sem qualquer tipo de surpresa. O ano, que seria da redenção do clube com o retorno a Libertadores, terminou de forma melancólica, com a queda à segunda divisão. O time remendado por Vagner Mancini visitou o Santos na Vila Belmiro, e foi derrotado por 2 a 0, com gols de Leandro Damião. Após 12 anos, o clube de General Severiano revê a Série B do Campeonato Brasileiro .

O resultado apenas confirmou o que já era previsto. Em um ano com polêmicas dentro e fora de campo, o Botafogo teve o seu rebaixamento confirmado com uma rodada de antecedência. O time carioca permanece com 33 pontos, pode chegar apenas a 36, sendo que o Palmeiras, primeiro time fora da degola, já soma 39.

O Santos, por sua vez, chegou aos 50 pontos, e, sem maiores pretensões na competição, fica na nona colocação. Na última rodada, porém, o time da Vila visita o Vitória, equipe que luta contra o Palmeiras para fugir do rebaixamento. O Botafogo se despede da competição contra o Atlético-MG.

O jogo

A necessidade do resultado era do Botafogo, mas foi o Santos que esteve perto de marcar logo aos dois minutos de jogo. Gabriel dominou livre na entrada da área, emendou o chute de perna direita, e a bola passou muito perto da trave direita de Jefferson. A partida parecia fácil para os anfitriões.

O time da Vila Belmiro, como mandante, era melhor, mas não caprichava no momento de colocar no fundo das redes. Aos nove, Gabriel apareceu livre no lado direito, fez o cruzamento fechado e David Braz perdeu a chance praticamente embaixo das traves. O susto, porém, não acordou o Botafogo.

Sem qualquer criatividade para trabalhar a bola no ataque, os cariocas no máximo arriscavam de fora da área, sem pontaria. O jeito era contar com sua defesa, que também batia cabeça. Robinho saiu na cara de Jefferson aos 28, tentou o chute colocado, e viu o goleiro botafoguense fazer boa defesa para salvar seu time.

O domínio era completo do Santos, mas ainda faltava o gol. Na última chance de perigo do primeiro tempo, aos 41, Gabriel aproveitou a falha da defesa adversária, e acertou a trave de Jefferson ao desviar de cabeça. Após o lance, Dankler e Andreazzi chegaram a trocas empurrões, sintetizando a fase do Botafogo.

Sem movimentarem o marcador, os dois treinadores resolveram mudar. No Botafogo, Maikon entrou no lugar de Bruno Corrrea, mas foi a alteração santista que surtiu efeito com poucos minutos de bola rolando. Por causa do desgaste físico, Enderson Moreira sacou Robinho e mandou Leandro Damião a campo para decidir.

Contestado ao longo de sua passagem na Vila Belmiro, principalmente pelo valor desembolsado pelo clube praiano na negociação, o atacante precisou de apenas três minutos para fazer o que justamente se espera dele. Damião girou sobre o marcador dentro da área, ainda levou para a perna direita, e marcou um golaço.

Vagner Mancini não tinha mais nada a perder, então tentou deixar sua equipe mais ofensiva para buscar o empate. O Santos, por sua vez, esperou o adversário se mover, aproveitando os espaços deixados no campo de defesa botafoguense para talvez ampliar o resultado. A estratégia quase deu resultado.

Já no fim, Renato recebeu dentro da área, desviou de cabeça e Jefferson salvou mais uma vez. O goleiro, porém, não evitou o já prenunciado rebaixamento. Aos 44, Daniel Guedes fez linda jogada pela direita, invadiu a área, fez o cruzamento rasteiro, e Leandro Damião apareceu para definir o resultado.

Bastidores – Santos TV: