Data: 19/03/2006
Competição: Campeonato Paulista – 15ª rodada
Local: estádio Urbano Caldeira, a Vila Belmiro, em Santos (SP)
Público: N/D
Renda: N/D
Árbitro: Alex Sander da Rosa Lefeu
Auxiliares: Marcelo Carvalho Van Gasse e Hérman Brúmel Vani
Cartões amarelos: Pierre (I), Samuel (I)
Gols: Luiz Alberto, aos 4min, e Léo Lima, aos 22min.

SANTOS
Fábio Costa; Fabinho, Manzur, Luiz Alberto e Kléber; Maldonado, Wendel, Léo Lima (Magnum) e Rodrigo Tabata (Renatinho) e Ronaldo; Reinaldo.
Técnico: Vanderlei Luxemburgo

ITUANO
André Luís; Ricardo Lopes, Erivélton, Samuel e Kauê; Adriano, Pierre, Juliano (Reginaldo) e Paulo Santos; Cris e Rômulo (Gílson).
Técnico: Leandro Campos



Santos vence o Ituano e continua na liderança do Paulista

O Santos não teve dificuldades para vencer o Ituano por 2 a 0, neste domingo. Com esta vitória, o time da Baixada chegou aos 34 pontos, dois a mais que o Palmeiras, e continua na liderança do Campeonato Paulista.

A equipe de Vanderlei Luxemburgo também manteve o aproveitamento de 100% em casa pelo Estadual –Antes, já havia vencido Mogi Mirim, Marília, Santo André, Noroeste, Ponte Preta, Rio Branco e Palmeiras.

Pressionado pela vitória do rival (4 a 2 contra a Ponte Preta) –o triunfo palmeirense pouco antes obrigava a vencer sua partida para terminar a rodada na liderança–, o Santos partiu para cima e tratou de resolver logo a partida diante do time de Itu.

Aos 4min do primeiro tempo, o meia Léo Lima bateu falta pelo lado esquerdo e o zagueiro Luiz Alberto, de cabeça, abriu o marcador para os donos da casa.

Apesar do gol, o Santos manteve o ritmo e não demorou para ampliar. Aos 22min, mais uma falta pela esquerda. De novo, Léo Lima chutou. Porém, desta vez, ninguém desviou. Mesmo assim, a bola entrou: 2 a 0.

O Ituano estava encurralado e via o time santista trocar belos passes e criar inúmeras chances de gol.

Aos 27min, o meia Rodrigo Tabata fez grande jogada e tentou encobrir o goleiro André Luís. A bola acertou no travessão e, no rebote, o atacante Reinaldo perdeu grande chance.

Na segunda etapa, o Santos diminuiu o ritmo e o Ituano conseguiu atacar um pouco mais. Aos 17min, Gílson bateu de fora da área, mas o goleiro Fábio Costa fez boa defesa.

A chance do time de Itu acordou o Santos. Aos 23min, Tabata pedalou pelo lado esquerdo e cruzou para Fabinho, que cabeceou na mão do zagueiro Samuel. Pênalti que Rodrigo Tabata bateu e André Luís defendeu.