Santos 0 x 2 São Paulo – 0 x 0 prorrogação

Data: 28/06/1979, quinta-feira, 21h00.
Competição: Campeonato Paulista 1978 – Final – 3º jogo (Decisão)
Local: Estádio do Morumbi, em São Paulo, SP.
Público: 80.488 total (74.535 pagantes e 5.953 menores).
Renda: Cr$ 5.568.670,00
Árbitro: João Leopoldo Ayeta
Auxiliares: Hélio Cosso e Márcio Campos Salles.
Cartões amarelos: Tecão, Airton e Chicão (SP); Antônio Carlos e Nílton Batata (S).
Cartão vermelho: Airton (SP).
Gols: Zé Sérgio (27-1) e Getúlio (06-2).

SANTOS
Flávio; Nelsinho Baptista, Antônio Carlos, Neto (Fernando) e Gilberto Sorriso; Zé Carlos, Toninho Vieira e Pita (Rubens Feijão); Nílton Batata, Juary e Claudinho.
Técnico: Chico Formiga

SÃO PAULO
Waldir Peres; Getúlio, Tecão, Bezerra e Airton; Chicão, Darío Pereyra (Vílson Taddei) e Viana (Edu); Zé Sérgio, Muricy e Neca.
Técnico: Rubens Minelli



Terminou a Era Pelé: o Santos renasceu

Desde 73, ano de seu último título, com Pelé, o Santos só vivia de lembranças. Agora já é dono de seu futuro: é campeão

Terceiro jogo da final do Campeonato Paulista de 1978 que na verdade só terminou em 1979. O Santos precisava do empate, mas o São Paulo venceu e forçou a prorrogação. O empate na prorrogação daria o título ao time de melhor campanha, no caso, o Santos.

Formação que jogou a final contra o São Paulo. Em pé: Gilberto Sorriso, Flávio, Antônio Carlos, Zé Carlos, Neto e Nelsinho Baptista. Agachados: Nílton Batata, Toninho Vieira, Juary, Pita e Claudinho.

Fontes:
Jornal Folha de SP
– Estadão – págs. 1 e 2