Santos 3 x 0 Vasco

Data: 07/02/2001, quarta-feira, 21h40.
Competição: Torneio Rio SP
Local: Estádio da Vila Belmiro, em Santos, SP.
Público: 7.004 pagantes
Renda: R$ 60.480,00
Árbitro: Vágner Tardelli de Azevedo (RJ).
Cartões amarelos: Galván e Paulo Almeida (S); Maricá e Jorginho Paulista (V).
Gols: Renato (21-2), Rodrigão (25-2) e Deivid (31-2).

SANTOS
Fábio Costa; Marcelo Silva (Dutra), Galván e Claudiomiro; Russo, Paulo Almeida, Renato e Robert (Aílton) e Léo; Rodrigão e Dodô (Deivid).
Técnico: Geninho

VASCO
Helton; Maricá, Géder, Alexandre Torres e Jorginho Paulista; Henrique, Fabiano Eller, Pedrinho (Souza) e Juninho Paulista (Zada); Euller e Viola.
Técnico: Joel Santana



Santos derrota o Vasco e avança no Rio SP

Equipe vence por 3 a 0 e assegura o primeiro lugar na chave paulista

O Santos venceu ontem por 3 a 0 o Vasco na Vila Belmiro, resultado que lhe garantiu nas semifinais do Rio SP. O time chegou a dez pontos na tabela e terminou a chave paulista do torneio em primeiro lugar (enfrentará Vasco ou Botafogo agora).

A partida de ontem teve poucas emoções. Santistas e vascaínos concentraram suas ações no meio-campo e fizeram uma partida truculenta -apenas nos primeiros 50 segundos de jogo, quatro faltas aconteceram.

O time do técnico Geninho partiu com um pouco mais de vontade ao ataque, mas não conseguia furar o bloqueio defensivo do Vasco, que ameaçava mais em lances de bola parada.

A única boa jogada coletiva do time carioca aconteceu aos 16min, quando Pedrinho cruzou, Euller dominou a bola e ajeitou para Juninho chutar em cima da zaga. O Santos teve mais sucesso nas jogadas pela esquerda, com o lateral Léo.

Aos 25min, ele recebeu livre, cortou o zagueiro, mas finalizou mal. Minutos depois, ele invadiu a área em contra-ataque, mas foi desarmado na hora do chute.

Rodrigão e Dodô pouco fizeram na primeira etapa. No melhor lance deles, o primeiro ajeitou para o segundo chutar longe do gol.

A melhor defesa do primeiro tempo coube a Fábio Costa, que espalmou um chute perigoso de Maricá de fora da área aos 40min.

No segundo tempo, a partida começou em ritmo lento. Nos primeiros 15 minutos nenhuma boa oportunidade foi criada. A partir daí, porém, o Vasco, mais interessado na vitória, começou a arriscar um pouco, deixando espaços.

Aos 16min, após dois escanteios seguidos, Pedrinho acertou forte chute na trave.

O Santos respondeu com um belo gol de Renato, que bateu da entrada da área com violência após passe de Léo aos 21min. O lance animou a torcida e a equipe santista, que quase ampliou o marcador três minutos depois com Deivid, que recebeu na área e tocou na saída do goleiro Hélton. A zaga aliviou o perigo.

No ataque seguinte, porém, após um cruzamento da direita, Rodrigão tocou de cabeça com estilo para fazer 2 a 0.

Aos 31min, após bela jogada do time santista pela direita, Deivid recebeu na área e, sem o goleiro Hélton no gol, tocou com facilidade para marcar o terceiro. Com a vitória garantida, o Santos passou a tocar a bola, esperando apenas pelo final da partida. Foi a terceira vitória por 3 a 0 do Santos neste Rio-São Paulo.



Créditos:
Fonte: Jornal Folha de SP – http://acervo.folha.com.br/fsp/2001/02/08/20//7188