São Caetano 2 x 2 Santos

Data: 11/10/2003, sábado, 16h00.
Competição: Campeonato Brasileiro – 36ª rodada
Local: Estádio Anacleto Campanella, em São Caetano do Sul, SP.
Público: 2.013
Renda: R$ 16.570,00
Árbitro: Anselmo da Costa (SP)
Auxiliares: Everson Luis Luquese Soares (SP) e Arthur Alves Júnior (SP).
Cartões amarelos: Gustavo (SC); William e Léo (S).
Cartões vermelhos: Adhemar (SC) e Pereira (S).
Gols: Robinho (11s-1); Marcinho (21-2, de pênalti), Renato (37-2) e Marcinho (39-2).

SÃO CAETANO
Silvio Luiz; Dininho, Gustavo (Somália) e Serginho; Capixaba (Mineiro), Marcelo Mattos, Fábio Santos (Thiago), Marcinho e Zé Carlos; Adhemar e Warley.
Técnico: Tite

SANTOS
Fábio Costa; Reginaldo Araújo, Preto (Alexandre), Pereira e Léo; Daniel, Renato, Elano e Diego; Robinho e William (Val Baiano).
Técnico: Emerson Leão



Em jogo movimentado, São Caetano e Santos empatam no ABC

Em partida marcada por jogadas violentas, duas expulsões e lances de gol para as duas equipes, São Caetano e Santos ficaram no empate por 2 a 2, na tarde deste sábado, no estádio Anacleto Campanella, pela 36ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Com o resultado, o Santos pula para 64 pontos e se mantém na segunda colocação do Brasileiro, já que o Coritiba, terceiro colocado com 62, foi derrotado pelo Atlético-PR na Arena da Baixada. Este é o segundo empate consecutivo do time santista, que ficou no 1 a 1 com o Guarani na Vila Belmiro na última rodada.

Já o São Caetano sobe para 61 pontos e conquista seu 13° ponto em uma semana. No último final de semana, o time do ABC venceu a Ponte Preta, durante a semana foi beneficiado com os pontos da partida com o Paysandu e, na quarta, bateu o Corinthians no Pacaembu.

O gol marcado por Robinho, logo aos 11 segundos da partida, quebrou um jejum de quatro meses sem balançar as redes. Curiosamente, o último gol feito pelo atacante havia sido contra o São Caetano, no mesmo Anacleto Campanella, dia 17 de setembro, quando o Santos venceu por 1 a 0, pela Copa Sul-Americana.

A próxima rodada do Brasileiro, a 37ª, acontece no próximo fim de semana, mas os dias e horários de jogos ainda não foram definidos pela CBF. O São Caetano enfrenta o Vitória em Salvador, enquanto o Santos recebe o Atlético-PR na Vila Belmiro.

O jogo

Logo aos 11 segundos, o Santos abriu o placar. Diego tabelou com William na direita, chegou à intermediária e cruzou. A bola passou pelo próprio William, pelo zagueiro Dininho e encontrou Robinho, que desviou de pé esquerdo para marcar o primeiro gol santista.

Aos 12min, o Santos perdeu o zagueiro Preto, que sofreu forte torção no tornozelo direito. O jogador ficaria no banco, mas começou como titular na vaga de Alex, que sentiu um mal-estar no vestiário e não foi para a partida. Com isso, o técnico Emerson Leão foi obrigado a colocar Alexandre em campo, recuando o volante Daniel para a zaga.

O time da casa, que mantinha mais a posse de bola, aos 17min,. Fábio Santos aproveitou erro de passe do Santos e enfiou para Warley, que avançou livre e bateu rasteiro, à direta do gol de Fábio Costa.

Aos 22min, o São Caetano perdeu o atacante Adhemar, que foi expulso depois de falta por trás em Renato. Em vantagem numérica, o Santos se soltou mais no ataque e desperdiçou duas boas oportunidades, aos 27min, com Reginaldo Araújo, e aos 32min, com William, que receberam livre dentro da área pela direita e mandaram por cima do gol de Silvio Luiz.

O time santista encontrava liberdade para chegar ao ataque, mas ficou sem zagueiros em campo a partir dos 36min, quando Pereira, que era o “último homem”, recebeu o vermelho depois de cometer falta em Warley.

As duas equipes ficaram com 10 em campo e, mesmo com o Santos atuando sem nenhum zagueiro de origem, o time do ABC paulista tinha dificuldades em chegar à área alvinegra. A última chance de gol aconteceu aos 44min, quando Warley recebeu dentro da área, girou e bateu de pé esquerdo, mas Fábio Costa fez boa defesa no canto direito.

O São Caetano voltou pressionando na segunda etapa. Aos 9min, Warley fez bela jogada individual pela direita e, de dentro da área, bateu cruzado. Fábio Costa fez uma defesa espetacular, salvando o Santos com a mão direita.

Aos 19min, Somália, que acabara de entrar na vaga de Gustavo, recebeu dentro da área e foi derrubado por Fábio Costa. Na cobrança de pênalti, Marcinho empatou para o São Caetano.

O time do ABC se lançou ao ataque e perdeu seguidas chances de gol, mas quem marcou foi o Santos, aos 37min. Diego fez bela jogada e lançou para Renato. O meia invadiu a área pela direita e soltou a bomba no ângulo esquerdo, colocando o time santista em vantagem.

A pequena torcida santista no Anacleto Campanella ainda comemorava quando o São Caetano empatou. Depois de bate-rebate dentro da área, Marcinho tocou de pé direito e salvou o time do ABC da derrota em casa.