Flamengo 0 x 3 Santos

Data: 03/09/2003, quarta-feira, 21h40.
Competição: Copa Sul-Americana – Grupo 1
Local: Estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro, RJ.
Árbitro: Héber Roberto Lopes (Fifa-PR)
Cartões amarelos: André Gomes e Jônatas (F); André Luís, Paulo Almeida e Reginaldo Araújo (S).
Gols: William (33-1); William (10-2) e Léo (42-2).

FLAMENGO
Diego; Luciano Baiano (Henrique), Fernando, André Bahia e Anderson; Fabinho, André Gomes, Jônatas e Andrezinho; Zé Carlos (Igor) e Edílson
Técnico: Oswaldo de Oliveira

SANTOS
Fábio Costa, Reginaldo Araújo, Alex, André Luís e Léo; Paulo Almeida, Daniel, Fabiano (Marcelo) e Jerri; Robinho (Júlio César) e William (Val Baiano)
Técnico: Emerson Leão.



Santos faz 3 a 0 no Flamengo e avança na Copa Sul-Americana

O Santos venceu o Flamengo por 3 a 0, nesta quarta-feira, no Maracanã, no Rio, no jogo decisivo do Grupo 1, e conseguiu a classificação para as semifinais da seletiva brasileira da Copa Sul-Americana.

O time paulista chegou ao Rio com a difícil missão de ter que ganhar do rival carioca por placar igual ou superior a 3 a 1 para superar o Internacional e ficar com a vaga da chave.

Os santistas terminaram com quatro pontos, mesma pontuação do Inter. O clube paulista, no entanto, terminou com saldo de três gols, contra dois do rival gaúcho. O Flamengo, que perdeu os dois jogos, ficou em último.

O Santos criou boas chances para marcar no primeiro tempo. A equipe paulista acabou chegando ao primeiro gol aos 33min. Após cruzamento de Reginaldo Araújo, o atacante William, na pequena área, fez 1 a 0.

O resultado, porém, não servia para o Santos, que precisava de mais dois gols para se classificar. A esperança aumentou aos 10min do segundo tempo quando William aproveitou cruzamento de Robinho e fez 2 a 0.

Aos 26min da etapa final, o técnico Emerson Leão sacou Robinho e colocou Val Baiano. Em seguida, substituiu William por Júlio César. As alterações surtiram efeito e o time conseguiu o gol salvador.

O gol que garantiu o atual campeão brasileiro nas semifinais da Sul-Americana –enfrenta o São Caetano, que foi campeão do Grupo 4–, foi marcado pelo lateral-esquerdo Léo, aos 42min.