Santos 1 x 0 Grêmio

Data: 19/08/2009, quarta-feira, 19h30.
Competição: Campeonato Brasileiro – 19ª rodada
Local: Estádio da Vila Belmiro, em Santos, SP.
Público: 6.999 pagantes
Renda: R$ 103.710,00
Árbitro: André Luiz de Freitas Castro (GO)
Auxiliares: Cristhian Passos Sorence e João Patricio de Araújo (ambos de GO).
Cartões amarelos: Eli Sabiá e Róbson (S); Rafael Marques, Jonas e Adilson (G)
Cartão vermelho: Rafael Marques (G)
Gol: Ganso (34-2).

SANTOS
Felipe; George Lucas, Fabão, Eli Sabiá e Pará (Triguinho); Rodrigo Mancha; Rodrigo Souto, Germano (Neymar) e Paulo Henrique Ganso; Madson (Róbson) e Kléber Pereira.
Técnico: Vanderlei Luxemburgo

GRÊMIO
Victor; Mário Fernandes, Leo (Joílson), Rafael Marques e Bruno Collaço; Adilson, Réver, Tcheco (Thiego) e Souza; Jonas (Douglas Costa) e Perea.
Técnico: Paulo Autuori.



Em jogo contra pior visitante, Santos bate Grêmio com gol de Ganso

No duelo entre em um anfitrião irregular e o pior visitante do Campeonato Brasileiro, melhor para o Santos, que venceu o Grêmio por 1 a 0 nesta quarta-feira de noite, na Vila Belmiro, pela primeira rodada do returno (a 20° da competição). O gol da vitória alvinegra foi marcado por Paulo Henrique Ganso, de cabeça, no segundo tempo.

Com esse resultado, o time do técnico Vanderlei Luxemburgo chega a quarta vitória em casa, em nove jogos, e atinge os 28 pontos, ainda em posição intermediária. Já os comandados de Paulo Autuori continuam com apenas dois pontos conquistados fora de casa, e permanecem com 28, mas com uma vitória a mais que o Peixe.

A única baixa do time alvinegro era o lateral-esquerdo Léo, com lesão na coxa e substituído pelo curinga Pará. O volante Emerson, por sua vez, ainda recupera a forma física e deve estrear diante do Internacional-RS, na próxima quarta.

Já os gremistas não contaram com o atacante argentino Máxi Lopez, também com lesão muscular, mas em contrapartida tinham os importantes retornos dos meias Souza e Tcheco.

O jogo

O primeiro tempo começou equilibrado, mas com poucas chances de gols para ambos os lados. Após os 30 minutos, a partida ficou mais movimentada, e o Santos chegou a balançar as redes. Porém, em um lance duvidoso, a arbitragem apontou impedimento de Germano, que não chegou a tocar na bola, e anulou o lance.

Ainda no primeiro tempo, Rafael Marques tentou cortar um cruzamento de Paulo Henrique Ganso e cabeceou a bola contra o próprio travessão.

“O jogo está igual. Quem abrir o placar primeiro tem grandes possibilidades de sair com a vitória”, disse o meia Madson, do Santos, em entrevista à Rádio Atlântica.

O técnico Vanderlei Luxemburgo voltou com Neymar e Triguinho nos lugares de Germano e Pará. Em pouco tempo, o Santos mostrou mais mobilidade e facilidade para criar as jogadas. Pouco depois, Róbson entrou na vaga de Madson. Já o treinador Paulo Autuori fechou o Grêmio e colocou o zagueiro Thiego no lugar do meia Tcheco. Antes, Joílson havia entrado no lugar do machucado Léo.

O Santos continuou tentando abrir o placar, enquanto o time tricolor só se defendia. Com isso, mesmo sem pressionar muito, o time do litoral foi premiado com um gol de Ganso, aos 34, após bom cruzamento de George Lucas.

Festa nas arquibancadas da Vila, que receberam cerca de sete mil pagantes. Os visitantes, que tiveram Rafael Marques expulso no decorrer do jogo, tentaram uma pressão atrás do empate, mas sem sucesso.