Santos 5 x 2 Criciúma

Data: 13/09/2003
Competição: Campeonato Brasileiro
Local: Estádio da Vila Belmiro, em Santos, SP.
Público: 6.821 pagantes
Renda: R$ 88.880,00
Árbitro: Wilson de Souza Mendonça (PE).
Cartões amarelos: Reginaldo Araújo (S); Paulo Baier, Léo Mineiro e Alonso (C).
Gols: William (02-1), Dejair (02-1), William (06-1), William (17-1), Renato (20-1), Renato (23-1) e Dejair (34-1).

SANTOS
Fábio Costa; Reginaldo Araújo, Preto, André Luís e Léo; Daniel, Renato, Elano (Fabiano) e Diego (Jerri); Robinho e William (Marcelo)
Técnico: Emerson Leão

CRICIÚMA
Fabiano; Duílio, Alex Xavier (Cléber) e Luciano; Paulo Baier, Léo Mineiro, Cléber Gaúcho, Sandro Fonseca (Douglas) e Luciano Almeida (Alonso); Tico e Dejair
Técnico: Gílson Kleina.



Santos atropela Criciúma em 23 minutos

Em uma apresentação de gala, o Santos atropelou o Criciúma na tarde deste sábado, na Vila Belmiro, ao golear os catarinenses por 5 a 2. O resultado manteve o Santos na ponta da tabela do Brasileirão, com 58 pontos.

Apesar da goleada, os santistas não conseguiram assumir a liderança. Com o mesmo número de pontos do Cruzeiro, que também goleou na tarde deste sábado, o time paulista perde no saldo de gols.

A partida começou muito quente. Em dois minutos de jogo, estava 1 a 1 e em 23 minutos, o Santos já havia feito cinco gols. William marcou três, Renato dois e Dejair, do Criciúma, dois – sendo um do meio de campo. A etapa inicial terminou com o placar de 5 a 2.

Na próxima rodada, o Santos protagoniza no sábado um dos jogos mais esperados da competição. O time paulista vai a Belo Horizonte enfrentar o Cruzeiro, também líder do Brasileiro. Já o Criciúma enfrenta o Corinthians em casa, no domingo.

O jogo

A partida começou atípica na Vila Belmiro. Em seis minutos, o jogo já estava 2 a 1 para o Santos.

Logo a 1min, Elano recebeu bola na entrada da área, pela direita, e chutou cruzado. O goleiro Fabiano espalmou e, na sobra, William abriu o placar.

Na saída de bola, quando os santistas ainda comemoravam, o time catarinense deu a saída rápida – alguns jogadores do Santos ainda estavam no círculo central do campo, voltando para o campo de defesa – e Dejair, do meio de campo, viu Fábio Costa adiantado e deixou tudo igual.

Aos 6min, Reginaldo Araújo avançou pela direita e cruzou rasteiro para a área. William, novamente, apareceu para colocar o Santos em vantagem novamente.

O Santos continuou a pressionar. Aos 14min, Robinho dominou na entrada da área e chutou forte. A bola passou raspando a trave direita e Fabiano, que já estava batido no lance.

Aos 17min, após boa triangulação do time santista, William, novamente, fez o terceiro dele e o terceiro do Santos na partida. A jogada foi iniciada com Robinho que, da esquerda, cruzou para Preto na direita. O zagueiro, de cabeça, ajeitou para William fazer mais um.

Estava muito fácil. Aos 19min, Diego avançou pela direita, tocou para trás, Daniel chutou errado, mas mesmo assim a bola sobrou para Renato, na esquerda, sem marcação, fazer o quarto do Santos.

Um minuto depois, Fábio Costa salvou o time paulista, quando Tico recebeu bola dentro da área e chutou à queima-roupa para a boa defesa do goleiro santista.

Atordoada, a defesa do time catarinense não se encontrava em campo. Com isso, o Santos chegou ao quinto gol aos 23min. Elano tocou para Renato na direita que, driblou o goleiro e tocou para o fundo da rede para fazer o segundo dele no jogo: 5 a 1.

O alvinegro praiano continuou melhor, mas diminuiu o ritmo. O Criciúma, já recuperado dos gols que tomara, colocou a cabeça no lugar e partiu para cima.

Aos 25min, Dejair chutou da entrada da área e Fábio Costa fez boa defesa. Na seqüência, Robinho arrancou em velocidade e chutou da intermediária. Fabiano se esticou e mandou a bola para escanteio.

Mesmo sendo pressionado, os catarinenses descontaram antes do final do primeiro tempo, após bobeada da defesa santista. Aos 34min, Dejair recebeu bola sem marcação na grande área e tocou na saída de Fábio Costa.

No segundo tempo, o Santos perdeu a chance de aumentar a diferença logo aos 6min. Robinho chutou travado na grande área e a bola sobrou para William que, de cabeça, desperdiçou a chance de frente para o goleiro Fabiano.

O Santos diminuiu o ritmo e permitiu ao adversário crescer em campo. Aos 19min, após cobrança de falta em dois lances, Paulo Baier rolou bola para Dejair que, da entrada da área, chutou forte para a difícil defesa de Fábio Costa, assustando a torcida santista.

Dois minutos depois, contra-ataque rápido do time do litoral paulista, e a bola ficou com Elano na direita. Meio desequilibrado, ele chutou cruzado, mas Fabiano fez a defesa.

O goleiro do Criciúma voltou a salvar seu time aos 24min. Desta vez, após chute forte de Robinho da entrada da área.

Aos 34min, foi a vez do goleiro santista fazer boa defesa. Paulo Baier cabeceou à queima-roupa e Fábio Costa se esticou para afastar o perigo. Os catarinenses aproveitaram o rebote e, na seqüência, Léo Mineiro cabeceou para fora.

O Santos chegou ao sexto gol com Marcelo, aos 42min, mas foi anulado pela arbitragem, marcando impedimento. Fabiano ainda acertou a trave de Fabiano aos 46min.