Mogi Mirim 2 x 1 Santos

Data: 24/01/2010, domingo, 19h30.
Competição: Campeonato Paulista – 3ª rodada
Local: Estádio João Paulo II, em Mogi Mirim, SP.
Público: 2.317 pagantes
Renda: Não disponivel
Árbitro: Luiz Flávio de Oliveira
Auxiliares: Alessandro Pitol Arantes e João Edílson de Andrade
Cartões amarelos: Audálio, Ricardo Oliveira e Geovane (MM); Wesley, Bruno Rodrigo, Pará e Rodrigo Mancha (S).
GOLS: Ganso (30-1), Niel (37-1)e Geovane (35-2).

MOGI MIRIM
Alex Alves; Anderson Conceição, Audálio e Fábio Sanches (Jorge Preá) (Everton); Niel, Ricardo Oliveira, Baraka, Marcelo e Raí; Luís Mário (Nando) e Geovane
Técnico: Francisco Diá

SANTOS
Felipe; Pará, Bruno Rodrigo, Durval e Léo (Marquinhos); Rodrigo Mancha, Roberto Brum (Germano), Wesley e Paulo Henrique Ganso; Neymar e André (Madson)
Técnico: Dorival Júnior



Santos leva virada do Mogi Mirim e perde invencibilidade

O Santos entrou em campo para enfrentar o Mogi Mirim, neste domingo, em Mogi, sabendo das chances que tinha para assumir a liderança do Campeonato Paulista – vencer o adversário por três gols ou mais para ultrapassar o São Caetano no saldo de gols. O time alvinegro até abriu o placar, mas cedeu a virada por 2 a 1 e fechou a terceira rodada fora até do G-4. A equipe do técnico Dorival Júnior também conheceu sua primeira derrota em 2010.

Com a vitória, o Mogi Mirim se recuperou na competição e chegou aos quatro pontos, na 12ª colocação. Já o Santos caiu para o nono lugar, também com quatro.

Mesmo no campo adversário, o Santos começou mais perigoso na partida. Aos 9min, André recebeu cruzamento e cabeceou, exigindo defesa de Alex Alves. A bola ainda tocou no travessão e voltou para o atacante do Peixe tentar novamente, mas o goleiro conseguiu evitar o gol.

Na jogada seguinte, Léo finalizou com perigo, por cima do travessão dos donos da casa. Instantes depois, Alex Alves voltou a trabalhar, desta vez em chute de Wesley. E o Santos continuou com mais presença na frente. Paulo Henrique recebeu cruzamento e completou de voleio, mas o arqueiro do Mogi fez nova defesa.

Aos poucos, o Mogi passou a se lançar ao ataque. Marcelo recebeu passe de Geovane e chutou perto do gol. Mas o time do técnico Dorival Júnior seguiu melhor em campo. Depois de lançamento na área, Paulo Henrique finalizou e viu a ótima defesa de Alex Alves.

Instantes depois, Rodrigo Mancha pegou rebote na entrada da área e arriscou a batida, carimbando a trave. Aos 30min, o Santos conseguiu abrir o placar. Neymar chegou com a bola pela esquerda e fez a assistência para Paulo Henrique, que completou para estufar as redes.

No entanto, Dorival Júnior teve motivos para lamentar pouco depois, já que Roberto Brum sentiu uma contusão e precisou deixar a partida, dando lugar a Germano. Por outro lado, o Mogi também sofreu uma baixa, pois Fabio Sanches se lesionou e foi substituído por Jorge Preá.

Aos 37min, o Mogi Mirim empatou o jogo. Marcelo fez excelente toque na área para Niel, que apareceu com liberdade para tocar para as redes. Nos acréscimos do primeiro tempo, o Santos ainda pediu um pênalti sobre Neymar, mas o árbitro considerou a jogada normal.

As duas equipes voltaram sem alterações para o segundo tempo, e o Santos seguiu com mais iniciativa em buscar o ataque. Depois de bola levantada por Léo, Bruno Rodrigo subiu mais que a zaga para cabecear, exigindo defesa de Alex Alves.

Já o Mogi Mirim ficou à espera de uma oportunidade para contra-atacar, mas perdeu Jorge Preá, que se contundiu e saiu para a entrada de Everton. Depois de um tempo longe da área adversária, o Santos desperdiçou ótimas oportunidades para recuperar a vantagem. Neymar recebeu na área e finalizou com perigo, exigindo excelente defesa de Alex Alves.

Na jogada seguinte, depois de cobrança de escanteio, Bruno Rodrigo cabeceou com força e viu o goleiro salvar o time do interior. Para tentar buscar a vitória em casa, o Mogi passou por mudança, com a entrada de Nando na vaga de Luís Mário.

Do outro lado, Dorival Júnior fez duas mudanças. André e Léo deixaram o jogo para as entradas de Mádson e Marquinhos. Porém, aos 35min, o time da casa virou o jogo. Geovane acertou um belo chute de fora da área para balançar as redes. O Santos ainda se lançou ao ataque, mas não conseguiu evitar o tropeço.