Navegando Posts marcados como Fonte Luminosa

Ferroviária 0 x 1 Santos

Data: 05/04/1995, quarta-feira, 20h30.
Competição: Campeonato Paulista
Local: Estádio da Fonte Luminosa, em Araraquara, SP.
Público: 5.784 pagantes
Renda: R$ 47.240,00
Árbitro: Carlos Elias Pimentel
Pedido de tempo: Ferroviária não usou no 1º tempo. Santos usou no 2º tempo.
Cartões amarelos: João Batista e Láercio (F); Narciso, Giovanni, Carlinhos e Maurício Copertino (S).
Gol: Giovanni (17-2).

FERROVIÁRIA
Paulo Sérgio; Marquinhos Capixaba, Ronaldo Marconato, Laércio e Bezerra; João Batista, Gilmar (César), Fabrício e Carlinhos; Catatau e Silvinho.
Técnico: Mazinho

SANTOS
Edinho; Silva, Maurício Copertino, Narciso e Marcos Paulo; Gallo, Carlinhos, Marcelo Passos (Ranielli) e Giovanni; Macedo (Camanducaia) e Jamelli.
Técnico: Joãozinho Rosa



Gol de calcanhar dá a vitória para o Santos

O Santos derrotou ontem a Ferroviária por 1 a 0 com gol de calcanhar marcado por Giovanni.

O time do interior perdeu a chance de conseguir a vitória no primeiro tempo, quando o goleiro Edinho evitou pelo menos cinco gols da Ferroviária.

Observação: O zagueiro Ronaldo Marconato e o lateral direito Marquinhos Capixaba seriam contratados posteriormente, disputando o Brasileiro de 95 pelo Santos.



Marcelo Passos é dúvida do Santos no jogo à noite contra a Ferroviária

O Santos deverá ter o seu time completo hoje, para enfrentar a Ferroviária, em Araraquara. A única dúvida é o meia Marcelo Passos, que sentiu ontem uma contusão na perna direita. Ele fará um teste antes do jogo.

Caso seja vetado, o técnico Joãozinho tem como opções para a posição os jogadores Ranielli e Cerezo. O técnico afirmou ontem que só definiria o time “momentos antes” do jogo.

A dúvida de Joãozinho é se mantém a característica ofensiva da equipe ou reforça o setor de marcação do meio-campo, com a entrada de Cerezo.

Taticamente, a entrada de Ranielli no lugar de Marcelo Passos manteria o mesmo estilo de jogo adotado pelo técnico desde o início do campeonato. Mas Joãozinho pode optar pela escalação do volante Cerezo. Com isso, o meio-campo santista atuaria com três jogadores de marcação no setor: Cerezo, Gallo e Carlinhos.

“Tudo vai depender da recuperação do Marcelo Passos. A única coisa que posso adiantar hoje (ontem) é que pretendo alterar o mínimo possível as características de jogo da equipe”, afirmou Joãozinho.

O treinador disse que a entrada de Cerezo poderia dar maior poder defensivo ao time. “Mas, como teremos a defesa titular, esse problema diminui”, afirmou o treinador.

“O Santos não vai jogar pensando no empate. Mas a Ferroviária tem um ótimo time. Precisamos de muita atenção”, disse.

Os jogadores Maurício Copertino e Silva, que estavam machucados, foram liberados ontem pelo departamento médico.

O zagueiro Narciso, que cumpriu suspensão automática, tem escalação garantida. Com isso, o time volta a ter a sua defesa titular.

Nos últimos cinco jogos, com a defesa praticamente reserva, o Santos perdeu duas partidas, empatou uma e ganhou outras duas, sofreu nove gols e marcou 11.


Ferroviária 2 x 1 Santos

Data: 28/04/1994, quinta-feira, 20h10.
Competição: Campeonato Paulista – 2º turno – 25ª rodada
Local: Estádio da Fonte Luminosa, em Araraquara, SP.
Público: 3.493 pagantes
Renda: CR$ 15.270.000,00
Árbitro: Silas Santana
Cartões vermelhos: Sérgio Santos e Marcelo Fernandes (S); Marquinhos (F).
Gols: Paulinho Kobayashi (30-1), Silvinho (16-2) e Marquinhos (34-2).

FERROVIÁRIA
Rafael; Marquinhos Capixaba, Vilmar, Ronaldo e Bezerra; Pedrinho, Beto (Silvinho) e Volnei; Ronaldo Paranaense (Luciano), Paulo Américo e Edelvan.
Técnico: Galli

SANTOS
Edinho; Índio, Júnior, Maurício Copertino e Silva; Dinho, Sérgio Santos, Zé Renato (Demétrios) e Paulinho Kobayashi; Macedo (Marcelo Fernandes) e Guga.
Técnico: Serginho Chulapa



Ferroviária vence de virada Santos de Serginho e escapa da lanterna

Derrota diminui as chances do alvinegro lutar pelo terceiro lugar do Campeonato Paulista



Terceiro lugar é a motivação do Santos

O Santos enfrenta hoje a Ferroviária em Araraquara pensando em somar pontos para brigar pelo terceiro lugar no Campeonato Paulista com o Corinthians.

O time terá a volta da dupla de zaga titular, Marcelo Fernandes e Júnior, que cumpriram suspensão automática.

Os jogadores Gallo e Ranielli estão fora do jogo. Eles receberam o terceiro cartão amarelo no último domingo, contra o Corinthians.

O técnico Serginho definiu que Sérgio Santos e Zé Renato serão os substitutos. Nas demais posições, não haverá mudanças em relação ao time que venceu o clássico.

Para o artilheiro Guga, o objetivo dos jogadores “é manter a invencibilidade no segundo turno e terminar como o terceiro melhor time do campeonato”.

Segundo Guga, a idéia de ultrapassar o Corinthians em número de pontos ganhos “serve para motivar o grupo, já que não temos mais chances de lutar pelo título”.

Com esse pensamento, o goleiro Edinho acredita que as próximas partidas ganham mais motivação. “Todo mundo precisa de um objetivo. O nosso é subir cada vez mais na tabela”, afirmou.

O técnico Serginho acha importante essa motivação, mas teme que os jogadores fiquem empolgados com a “boa campanha”.

Ele disse que o time precisa manter o mesmo espírito de luta e disposição, que vem demonstrando desde que assumiu o comando técnico da equipe, em 8 de março.

Nesse sentido, Serginho acredita que as modificações feitas no time não alterarão o padrão de jogo que vem sendo apresentado.

“Vou manter um quadrado no meio de campo, com o Zé Renato fazendo as funções do Ranielli –armar as jogadas ofensivas– e o Sérgio Santos ajudando o Dinho na marcação”, afirmou.

Paulinho Kobayashi completa o meio-campo. Para o jogo de hoje, Serginho determinou que ele jogasse próximo ao centroavante Guga, evitando que o atacante fique isolado entre os zagueiros.

Kobayashi disse terá mais liberdade no ataque. “A idéia é atuar marcando apenas a saída de bola deles, sem voltar muito. Hoje vou ser o terceiro atacante”, afirmou.

No primeiro turno, o Santos empatou em 1 a 1 com a Ferroviária.



Fonte: Estadão

Ferroviária 0 x 0 Santos

Data: 31/07/1991, quarta-feira, 20h30.
Competição: Campeonato Paulista – 1ª fase – 1º turno – 3ª rodada
Local: Estádio da Fonte Luminosa, em Araraquara, SP.
Público: 4.106 pagantes
Renda: Cr$ 8.120.000,00
Árbitro: Osvaldo dos Santos Ramos

FERROVIÁRIA
Narciso; Ditinho, Vilmar, Paulo Oliveira e Lula; André, Vanderlei e Ica; Gilmar, Paulinho Taiúva (Marcos Ferrugem) e Alcinei.
Técnico: Fito Neves

SANTOS
Sérgio; Índio, Pedro Paulo (Rogério), Luiz Carlos e Flavinho; Sérgio Santos, Axel e Sérgio Manoel (Carlinhos); Almir, Paulinho McLaren e Serginho Fraldinha.
Técnico: Ramiro Valente



Fonte: Jornal Folha de SP

Ferroviária 0 x 0 Santos

Data: 11/02/1990, domingo, 16H00.
Competição: Campeonato Paulista – Grupo 1 – 4ª rodada
Local: Estádio da Fonte Luminosa, em Araraquara, SP.
Público: 4.205 pagantes
Renda: NCz$ 210.250,00
Árbitro: Flávio de Carvalho

FERROVIÁRIA
Ênio; Wallace (China), Olavo, Alexandre e Julimar; Elinho, Donato e Wanderley (Celinho); Volney, Cacau e Adil.
Técnico: Vail Motta

SANTOS
Sérgio; Márcio Rossini (Axel); Índio, Camilo, Luiz Carlos e Marcelo Veiga; César Sampaio, Derval e Gilmar Popoca; Paulinho McLaren e Kazu (Zé Humberto).
Técnico: Pepe



Esquema de Pepe não dá certo e Santos empata com a Ferroviária

Pepe testou esquema com Márcio Rossini como líbero no primeiro tempo e teve seus atacantes facilmente anulados. No segundo alterou para o 4-4-2 com a entrada de Axel.

Fonte: Jornal Folha de SP

Ferroviária 0 x 4 Santos

Data: 24/05/1987, domingo, 16h00.
Competição: Campeonato Paulista – 1º turno – 19ª rodada (última)
Local: Estádio da Fonte Luminosa, em Araraquara, SP.
Público: 3.838 pagantes
Renda: Cz$ 230.280,00
Árbitro: Emídio Marques de Mesquita
Gols: Luís Carlos (15-1), Osvaldo (29-1); Osvaldo (09-2) e Arizinho (17-2).

FERROVIÁRIA
Washington; Wallaci, Mauro Pastor, Edmilson e Chico Assis (Nonona); Donato, Rubens Feijão e Noronha (Júlio César); Toquinho, Toninho e Gérson Sodré.
Técnico: Basani

SANTOS
Rodolfo Rodríguez; Ijuí, Nildo, Toninho Carlos e Claudinho; César Sampaio, Hugo de León (Osmarzinho) e Mendonça; Osvaldo, Luís Carlos e Arizinho (Luisinho).
Técnico: Candinho



Santos goleia a Ferroviária e Hugo de León é destaque

Santos termina o 1° turno na 2ª colocação, um ponto atrás do Palmeiras.
O centroavante Luís Carlos estreiou marcando gol.

Fonte: Jornal Folha de SP