Navegando Posts marcados como Cilinho

Santos 4 x 2 Portuguesa

Data: 23/01/1993, sábado, 17h00.
Competição: Campeonato Paulista – 1ª fase – Grupo A – 1ª rodada
Local: Estádio da Vila Belmiro, em Santos, SP.
Público: 9.997 pagantes
Renda: Cr$ 480.940.000,00
Árbitro: José Aparecido de Oliveira
Gols: Almir (16-1), Marcelo Passos (45-1); Bentinho (08-2); Cilinho (09-2) e Cuca (28-2) e Axel (38-2, contra).

SANTOS
Mauricio; Dinho, Júnior, Rogério Trivelato e Silva; Axel, Darci (Gallo), Cuca (Serginho Fraldinha) e Marcelo Passos; Almir e Cilinho.
Técnico: Evaristo de Macedo

PORTUGUESA
Ênio; Jorge Luiz, Adílson, Éder e Du; Capitão, Pereira (Baiano) e Edivaldo; Paulinho (Tico), Bentinho e Dinei.
Técnico: José Poy



Santos goleia a Portuguesa na estréia do Paulistão 93

Créditos:
Vídeo: TV Bandeirantes – Wesley Miranda
Fonte: Jornal Folha de SP

Santos 3 x 0 Bragantino

Data: 22/08/1992, sábado, 15h30.
Competição: Campeonato Paulista
Local: Estádio da Vila Belmiro, em Santos, SP.
Público: 4.436 pagantes
Renda: Cr$ 35.330.000,00
Árbitro: Silas Santana
Gols: Marcelo Passos (08-1); Cilinho (de pênalti) e Almir (39-2).

SANTOS
Sérgio; Jairo, Rogério Trivelato, Luiz Carlos e Flavinho; Axel, Edu Maragon e Marcelo Passos; Almir (Serginho Fraldinha), Guga e Cilinho (Ranielli).
Técnico: Geninho

BRAGANTINO
Marcelo; Gil Baiano, Júnior, Emerson e Ayupe; Marcão, João Henrique (Tuquinha) e João Santos; Mauricinho, Marco Aurélio (Ludo) e Ronaldo Alfredo.
Técnico: Ênio Andrade



Santos busca vitória contra Bragantino para sair da crise

Fonte: Estadão

Santos 2 x 2 Atlético-PR

Data: 02/05/1992, sábado, 16h00.
Competição: Campeonato Brasileiro – 1ª fase – 16ª rodada
Local: Estádio da Vila Belmiro, em Santos, SP.
Público: 3.849 pagantes
Renda: Cr$ 33.028.000,00
Árbitro: Wilson Carlos dos Santos (RJ).
Cartões amarelos: Dinho e Zé Renato (S); Jatobá e Carlinhos (A).
Gols: Cilinho (09-1); Negrini (06-2), Paulinho (08-2) e Negrini (38-2).

SANTOS
Sérgio; Dinho, Pedro Paulo, Luiz Carlos e Marcelo Veiga; Axel, Zé Renato (João Paulo) e Sérgio Manoel; Almir, Paulinho McLaren e Cilinho.
Técnico: Geninho

ATLÉTICO-PR
Gilmar; Marcelo Souza, Leonardo, Jatobá e Paulo Mendes; Tadeu, Leomar e Negrini; Carlinhos, Osias (Ratinho) e Marco Antônio.
Técnico: Geraldo Damasceno



Santos decepciona e só empata

Fonte: Estadão

Palmeiras 1 x 1 Santos

Data: 06/04/1992, segunda-feira, 20h30.
Competição: Campeonato Brasileiro – 1ª fase – 12ª rodada
Local: Estádio do Parque Antarctica, em São Paulo, SP.
Público: 18.710 pagantes
Renda: Cr$ 85.420.000,00
Árbitro: Edmundo Lima Filho (SP)
Cartões amarelos: Galeano (P); Marcelo Veiga, Pedro Paulo, Luiz Carlos, Cilinho e Dinho (S).
Cartão vermelho: Pedro Paulo (S, 17-2).
Gols: Alexandre Rosa (25-1) e Cilinho (33-2).

PALMEIRAS
Carlos; Odair, Marques, Alexandre Rosa e Biro; César Sampaio, Galeano, Edu Marangon e Betinho; Magrão, e Paulo Sérgio (Marcinho).
Técnico: Nelsinho Baptista

SANTOS
Sérgio; Dinho, Pedro Paulo, Luiz Carlos e Marcelo Veiga (João Paulo); Axel, Sérgio Manoel e Bernardo; Almir, Paulinho McLaren e Cilinho (Marcelo Fernandes).
Técnico: Geninho



Palmeiras empata com o Santos e mantém lanterna

O Palmeiras saiu na frente e tentou parar o Santos com chutões para todos os lados, mas o gol de Cilinho fez justiça ao maior poder ofensivo santista.

Fonte: Jornal Folha de SP

Santos 4 x 0 Internacional

Data: 30/03/1992, segunda-feira, 21h00.
Competição: Campeonato Brasileiro – 1ª fase – 11ª rodada
Local: Estádio da Vila Belmiro, em Santos, SP.
Público: 7.941 pagantes
Renda: CR$ 33.296.000,00
Árbitro: José Roberto Wright (SP)
Cartão amarelo: Zé Renato (S).
Cartoes vermelhos: Marquinhos, Gérson e Fernández (I).
Gols: Paulinho (18-1); Cilinho (12-2), Cilinho (15-2) e Axel (26-2).

SANTOS
Sérgio; Carlinhos (Guga), Pedro Paulo, Luiz Carlos e Marcelo Veiga; Axel, Zé Renato e Sérgio Manoel; Almir (Serginho Fraldinha), Paulinho McLaren e Cilinho.
Técnico: Geninho

INTERNACIONAL-RS
Fernnandez; Célio Lino, Célio Silva (Sandro Becker), Norton e Canhoto; Élson, Júlio e Marquinhos; Lima, Gérson e Zinho (Maizena).
Técnico: Antônio Lopes



Colorado simula contusões e foge de campo

Sendo goleados por 4×0, jogadores do Internacional simulam contusões e a partida acaba antes dos 90 minutos por falta de jogadores.

Segundo o ex-atleta Paulinho, este foi um dos seus tentos mais memoráveis.

Em um lance polêmico, Paulinho tomou a bola do goleiro paraguaio Gato Fernandez, que acabara de fazer uma defesa.

– Ele foi brincar na minha frente e eu não pensei duas vezes: enfiei o pé mesmo. O árbitro era o José Roberto Wright e ele validou o gol. Daí foi a maior confusão – recorda. Após o gol, três jogadores do Inter foram expulsos.



Fontes:
Jornal Folha de SP
Estadão