Navegando Posts marcados como Cardim

Santos 1 x 3 Francana

Data: 08/12/1982, quarta-feira, 16h00.
Competição: Campeonato Paulista – 2º turno – 19ª rodada (última)
Local: Estádio da Vila Belmiro, em Santos, SP.
Público: 1.071 pagantes
Renda: Cr$ 390.900,00
Árbitro: Almir Laguna
Gols: Cardim (24-1); Helinho (01-2), Valdir Careca (14-2) e Valdir Careca (27-2).

SANTOS
Marolla; Toninho Paraná, Joãozinho, Toninho Carlos e Gilberto Sorriso; Luiz Gustavo, Cardim e Pita; Serginho Dourado, Paulinho Fonseca (Carlos Silva) e João Paulo.
Técnico: Chico Formiga

FRANCANA
Nélson; Gaspar, Aílton Luís, Zé Mauro e Ademar (Joilson); Machado, Evaristo e Helinho (Esquerdinha); Luis Henrique, Valdir Careca e Zé Guimarães.
Técnico: Foguinho



Santos dá vexame na Vila Belmiro

Dirigentes do Santos não queriam disputar a este último jogo, já prevendo que seria deficitário. O Santos, já sem pretensões, enfrentou a já rebaixada Francana e deu vexame, escapando de uma goleada.

Santos vai ao Rio para “agradecer”

O Santos não teve competência para conseguir em campo uma vaga para Taça Ouro. Porém, não ficará de fora da competição pois a CBF resolveu convidá-lo, transformando-o, assim no único clube biônico entre os 40 participantes.

Comovido com a generosidade, o presidente Ernesto Vieira estará quinta-feira no Rio, só para agradecer.

Fonte: Jornal Folha de SP

Guarani 2 x 1 Santos

Data: 05/12/1982, domingo, 11h00.
Competição: Campeonato Paulista – 2º turno – 18ª rodada (penúltima)
Local: Estádio Brinco de Ouro da Princesa, em Campinas, SP.
Público: 3.991 pessoas (3.494 pagantes e 497 menores)
Renda: Cr$ 1.326.500,00
Árbitro: José Luís Novaes (SP).
Auxiliares: Ilton José da Costa e Sérgio Fernando do Prado (ambos de SP).
Gols: Vílson Taddei (40segs-2), Vílson Taddei (15-2) e Cardim (16-2).

GUARANI
Sidmar; Otávio, Odair, Wilson Gottardo e Zé Mário; Darci (Júlio César), Vílson Taddei e Delém (Toninho); Lúcio, Careca e Ernâni Banana.
Técnico: José Carlos de Queiroz (interino)

SANTOS
Marolla; Toninho Paraná, Joãozinho, Toninho Carlos e Gilberto Sorriso; Luiz Gustavo, Roberto César (Cardim) e Pita; Serginho Dourado, Paulinho Fonseca (Márcio Fernandes) e João Paulo.
Técnico: Chico Formiga



Santos perde e espera o convite

Foi derrotado pelo Guarani e agora só vai à Taça Ouro se a CBF quiser

A vitória de 3 a 0 que a Ferroviária conseguiu diante do Juventus na véspera acabou com as esperanças de o Santos conseguir uma vaga na Taça de Ouro.

Aos 26-2, o ponta João Paulo perdeu um pênalti que daria o empate ao Santos, defendido por Sidmar.

Fonte: Jornal Folha de SP

Palmeiras 1 x 3 Santos

Data: 19/09/1982, domingo, 16h00.
Competição: Campeonato Paulista – 1º turno – 18ª rodada (penúltima)
Local: Estádio do Morumbi, em São Paulo, SP.
Público: 21.393 pagantes
Renda: Cr$ 7.837.500,00
Árbitro: José de Assis Aragão.
Cartão vermelho: Toninho Paraná (S).
Gols: Pita (30-1); Serginho Dourado (02-2), Luis Pereira (14-2) e Cardim (47-2).

PALMEIRAS
Luiz Sérgio; Jaime Bôni (Benazzi), Luis Pereira, Deda e Vargas; Rocha, Aragonés e Carlos Alberto Borges (Éneas); Barbosa, Baltazar e Barone.
Técnico: Rubens Minelli

SANTOS
Marolla; Toninho Paraná, Joãozinho, Toninho Carlos e Gilberto Sorriso; Luiz Gustavo, Cardim e Pita; Serginho Dourado, Roberto César (Dimas) e Márcio Fernandes (João Paulo).
Técnico: Cilinho



Santos vence e ajuda o São Paulo

Os 3 a 1 sobre o Palmeiras praticamente aniquilaram as chances do time de Minelli e encerraram uma longa fase sem vitórias

Cilinho promove “tratamento de choque” e lança os novatos Serginho Dourado e Márcio Fernandes nos lugares dos titulares Batistote e João Paulo. Meio-campista de origem, Serginho Dourado fez boa partida jogando pela ponta direita.

Show de Pita na tarde fria no Morumbi

O jogador santista fez o primeiro gol contra o Palmeiras, participou dos dois outros, defendeu, dividiu e foi um espetáculo à parte

Tumulto prejudica festa no vestiário do Santos

O show das motos agradou o público

Fonte: Jornal Folha de SP – Págs 15 e 20.

Santos 1 x 0 Londrina

Data: 31/03/1982, quarta-feira, 21h00.
Competição: Campeonato Brasileiro – 3ª fase (Grupo W) – Oitavas de finais – Jogo de ida
Local: Estádio da Vila Belmiro, em Santos, SP.
Público: 15.733 pagantes
Renda: Cr$ 5.420.300,00
Árbitro: Maurílio José Santiago (MG).
Cartões amarelos: Gilberto Sorriso, Cardim e João Paulo (S); Toninho e Moacir (L).
Gol: Cardim (37-2).

SANTOS
Marolla; Mauro Campos, Joãozinho, Toninho Carlos e Gilberto Sorriso; Chicão, Carlos Silva e Cardim; Paulinho Batistote (Serginho Dourado), Claudinho e João Paulo.
Técnico: Clodoaldo

LONDRINA
Neneca; Zequinha, Márcio, Toninho e Luís Gustavo (Moacir); Zé Antônio, Luiz Fumanchu e Zé Roberto (Nivaldo); Paulinho, Osmarzinho e Carlos Henrique.
Técnico: Urubatão Calvo Nunes


Fonte: Estadão

Santos 2 x 1 Marília

Data: 10/09/1980, quarta-feira, 21h00.
Competição: Campeonato Paulista – 2º turno – 8ª rodada
Local: Estádio da Vila Belmiro, em Santos, SP.
Público: 3.659 pagantes
Renda: Cr$ 343.660,00
Árbitro: Nilson Cardoso Bilha.
Cartões amarelos: Neto e Nilton Batata (S).
Cartão vermelho: Tecão (M).
Gols: Cardim (11-1); João Carlos (10-2) e Claudinho (18-2).

SANTOS
Marolla; Nelsinho Baptista, Aílton Luiz, Neto e Washington; Toninho Vieira, Rubens Feijão e Carlos Silva; Nilton Batata, Claudinho (Serginho Cederboom) e Cardim.
Técnico: Pepe

MARÍLIA
Silas (Paulo César); Valdir, Tecão, Renato e Toninho Costa (Edel); Fernando, Manguinha e Rui Lima; Paulinho, João Carlos e Reginaldo.
Técnico: Wilson Francisco Alves



Santos derrota o Marília

Em um campo encharcado e com seis desfalques, Santos encontra dificuldades para vencer o Marília.

Joãozinho, Márcio Rossini, Miro e João Paulo não jogam, além de Pita, que não renovou contrato.

O goleiro Silas, do Marília, levou uma pedrada de um torcedor no supercílio e precisou ser substituído.

Aos 38-2, o árbitro anulou um gol de bicicleta de Rubens Feijão. Pepe reclamou tanto que foi expulso.

Fonte: Jornal Folha de SP