Navegando Posts em Copa São Paulo de Futebol Júnior

Santos 2 x 1 Corinthians

Data: 22/03/1984, quinta-feira, 15h30.
Competição: XVI Taça São Paulo de Futebol Júnior – Final
Local: Estádio do Canindé, em São Paulo, SP.
Árbitro: José de Assis Aragão
Cartões amarelos: Brandão (C); Pedro Paulo, Mário e Mauro (S).
Gols: Gérson (18-1), Rogério (32-1) e Flávio (44-2).

SANTOS
Nílton; Amauri, Pedro Paulo, Flávio e Mário; Mazinho Oliveira, Enéas e Édson; Mauro, Gérson e Guinho (Rogério).
Técnico: Ernesto Marques

CORINTHIANS
Alexandre; Éder (Ferrari), Marcelo, Pinela e Brandão; Moisés, Careca e Edmundo; Aguinaldo, Carioca (Valtinho) e Rogério.
Técnico: Écio Pasca



Meninos do Santos conquistam o título inédito da Taça São Paulo de Futebol Júnior

Conhecida por revelar jogadores, a Copa São Paulo de Futebol Júnior traça destinos diferentes aos atletas que sonham com gols e títulos no time profissional.

Em 1984, os times chegaram à final da competição com jogadores promissores no elenco. Pelo lado santista, o atacante Gérson e o volante César Sampaio, que viu a vitória do Santos por 2 a 1 do banco de reservas tiveram carreiras vitoriosas. Outros poucos vingaram. Foi o caso do goleiro Nílton, dos zagueiros Pedro Paulo e Flávio, além do ponta Paulo Leme, que, suspenso, não disputou a final. “Depois joguei no Paulista de 1986, quando vencemos o primeiro turno”, lembra. Paulo também esteve no Náutico e no Palestra de São Bernardo.

O jogo

Corinthians e Santos decidiram a Copinha de 1984 no dia 22 de janeiro, com mais de 20 mil torcedores nas arquibancadas do Canindé. Para chegar à final, o time santista eliminou o Cruzeiro, a Ponte Preta e o Nacional. Já a equipe corintiana venceu Botafogo, Flamengo e São Paulo. Na equipe são-paulina, jogavam Müller e Silas. No Flamengo, o goleiro Zé Carlos e o zagueiro Aldair.

O Corinthians da final jogou no 4-3-3. Sob o comando de Écio Pasca, treinador da Portuguesa de Dener no título da Copinha de 1991, o time sofreu o primeiro gol aos 18 minutos do primeiro tempo. Gérson, que depois defendeu Atlético-MG e Internacional – falecido em 1994, completou para o gol após falta batida pela direita. O corintiano Rogério, na entrada da área, empatou 14 minutos depois.

De acordo com Écio Pasca, o time alvinegro, que buscava o terceiro título do torneio, acabou prejudicado pelo árbitro José de Assis Aragão no último lance do jogo, quando o Santos conseguiu desempatar a partida. “O jogo ia para a prorrogação. A bola bateu no Gérson e saiu pela linha de fundo, mas o Aragão marcou escanteio”, disse.

Após a cobrança, Flávio subiu e fez 2 a 1 para o Santos, que conquistou a Copa São Paulo pela primeira vez. “Eu estava marcando o outro zagueiro, o Pedro Paulo. O Flávio cabeceou forte e o Alexandre não conseguiu defender”, lembra Pinella.

Ao término da partida, coube a Aguinaldo voltar ao campo e buscar o troféu do vice-campeonato do Corinthians. “Todo mundo foi embora chorando e esqueceu da taça”, disse.

Pouco mais de dez meses depois, o Santos voltou a vencer o Corinthians, dessa vez no Campeonato Paulista profissional. Serginho Chulapa marcou o gol do título santista e evitou o tricampeonato corintiano.

Fonte: Jornal Folha de SP

Santos e Corinthians disputaram a taça palmo a palmo.



Campanha:

05 jogos
04 vitórias
01 empate
00 derrotas
09 gols pró
03 gols contra
06 saldo

Artilheiros do Santos:

03 gols – Mauro
02 gols – Gérson e Paulo Leme
01 gol – Flávio e Pedro Paulo

Artilheiros da competição: 03 gols – Mauro (Santos), Joel (Ponte Preta) e Caio (Grêmio).

Colocação final: Santos (campeão), Corinthians (vice), São Paulo (3º) e Nacional (4º).

Fichas técnicas:

12/01/1984 – Santos 3 x 0 Matsubara-PR
Data: 12/01/1984, quinta-feira, 16h00.
Competição: Copa São Paulo de Juniores – Grupo E – 1ª rodada
Local: Estádio Humberto de Alencar Castelo Branco, o Baetão, em São Bernardo, SP.
Gols: Gérson, Mauro e Paulo Leme.



Santos 2 x 1 Cruzeiro
Data: 14/01/1984, sábado.
Competição: Copa São Paulo de Juniores – Grupo E – 2ª rodada (última)
Local: Estádio Humberto de Alencar Castelo Branco, o Baetão, em São Bernardo, SP.
Árbitro: David Aleixo
Gols: Mauro (13-1); Mauro (05-2) e Julinho (37-2, de pênalti).

SANTOS
Nílton; Amauri, Pedro Paulo, Flávio e Mauro (Biro); Enéas, Mazinho Oliveira e Edson; Mauro, Gérson e Paulo.

CRUZEIRO
Gilmar; Ronaldo, Mantena, Vilmar e Ismar; Maxwell, Julinho e Altair (Murilo); Zezé (Rogério), Zé Luís e Marcos.



Santos 0 x 0 Ponte Preta – 5 x 4 nos pênaltis

Data: 17/01/1984, terça-feira, 20h30.
Competição: Copa São Paulo de Juniores – Quartas de final
Local: Estádio Baetão, em São Bernardo, SP.



Nacional-SP 1 x 2 Santos

Data: 19/01/1984, quinta-feira, 16h00.
Competição: Copa São Paulo de Juniores – Semifinal
Local: Estádio Nicolau Alayon, em São Paulo, SP.
Árbitro: Edgar de Lemos Dias
Gols: Paulo Leme (44-1); Ditinho (05-2) e Pedro Paulo (27-2).

NACIONAL-SP
Borracha; Roni (Edilson), Wladimir, Julio César e Arnaldo; Djalma (Batata), Paulinho e Luciano; Ditinho, Ronaldo e Zé Roberto.

SANTOS
Nílton; Amauri, Pedro Paulo, Flávio e Mário; Mazinho Oliveira, Luís Claudio e Edson; Mauro, Gérson (Silvinho) e Paulo Leme.


Santos 1 x 2 Ponte Preta

Data: 19/12/1981, sábado, 16h00.
Competição: XIV Taça São Paulo de Futebol Júnior 1982 – Final
Local: Estádio do Pacaembu, em São Paulo, SP.
Árbitro: Dulcídio Wanderley Boschilia.
Gols: Serginho Dourado (23-2), Chicão (25-2, de pênalti) e Chicão (33-2).

SANTOS
Nilton; Jairo, Flávio, Davi e Bosco; Requena, Rivaldo (Elizardo) e Serginho Dourado; Almir, Osni e Fernandinho (Pedrinho).
Técnico: Coutinho

PONTE PRETA
Sérgio Guedes; Everaldo, Heraldo, Valdir e Carlinhos; Silvio, Celso e Paulo César (Marcelo); Roberto, Chicão e Mauro (Mário César).
Técnico: Milton dos Santos



De virada, Ponte bate Santos e conquista o bicampeonato da Copinha

Gol da vitória saiu em falha do goleiro Nilton

Chicão, o herói da Ponte campeã

Fontes:
Jornal Folha de SP
RSSSF Brasil

Período: disputada entre 6 e 23 de dezembro de 1980

Treinado pelo histórico ex-centroavante Coutinho, o Santos ficou na 3ª colocação na disputa da Copa SP de Juniores de 1981. Todos os jogos do Santos foram disputados no Pacaembu.

A equipe santista enfrentou os rivais do Trio de Ferro nessa 13º da Copinha. Classificou-se em 1º lugar no Grupo 3, eliminando o Palmeiras na 1ª fase. Nas Quartas, eliminou o Corinthians nos pênaltis. Mas os santistas caíram na fase Semifinal, contra o São Paulo.

Os maiores destaques do Santos na competição foram o centroavante Osni, artilheiro da equipe com 3 gols, e o ponta-direita Gilson, considerado a grande revelação desta edição por seus dribles e capacidade de desequilibrar algumas partidas.



Regulamento:

A competição foi disputada em 4 fases: primeira fase, quartas-de-final, semifinal e final. Participaram da primeira fase um total de 16 clubes, divididos em 4 grupos. Na primeira fase os clubes jogaram entre si, dentro do grupo em turno único, classificando-se para as quartas-de-final, os dois melhores clubes que obtiveram o maior número de pontos ganhos nos respectivos grupos.



Campanha:

J
V
E
D
GP
GC
SG
A
6
1
3
2
06
07
-1
41,7%



Resultados:

07/12/1980 – Santos 2 x 0 Bahia – 1ª fase
10/12/1980 – Santos 2 x 2 Fluminense – 1ª fase
13/12/1980 – Santos 1 x 1 Palmeiras – 1ª fase
18/12/1980 – Santos 1 x 1 Corinthians – 3 x 1 nos pênaltis – Quartas-de final
21/12/1980 – Santos 0 x 1 São Paulo – Semifinal
23/12/1980 – Santos 0 x 2 Internacional – Disputa de 3º lugar

Artilheiros do Santos: 06 gols

03 gols – Osni
02 gols – Esquerdinha
01 gol – Rached

Artilheiros da competição: 05 gols – Casagrande (Corinthians) e Chicão (Ponte Preta)



Fichas técnicas:

Santos 2 x 0 Bahia

Data: 07/12/1980, domingo.
Competição: XIII Copa São Paulo de Futebol Júnior 1981 – 1ª fase – 1ª rodada – Grupo 3
Local: Estádio do Pacaembu, em São Paulo, SP.
Árbitro: Hélio Samarrenho.
Gols: Esquerdinha (10-2, de pênalti) e Osni (47-2).

SANTOS
Oca; João Carlos (Flávio), Davi, Marcílio e Gilmar; Antônio Carlos, Rached (Serginho) e Esquerdinha; Gilson, Osni e Pedrinho.
Técnico: Coutinho

BAHIA
Roberto; Jorge, Edmar, Miguel e Tote; Salles, Raimundinho (Gilson) e Rui (Wilson); Adaílton, Paulo César e Idalmir.
Técnico:

Santos ganha de 2 a 0 do Bahia, sem dificuldade

Fonte: Jornal Folha de SP



Santos 2 x 2 Fluminense

Data: 10/12/1980, quarta-feira, 21h00.
Competição: Copa São Paulo de Futebol Júnior 1981 – 1ª fase – 2ª rodada – Grupo 3
Local: Estádio do Pacaembu, em São Paulo, SP.
Árbitro: Luís Carlo Antunes.
Gols: Osni (27-1) e Rached (30-1); Paulinho (26-2) e Flávio (43-2).

SANTOS
Oca; João Carlos (Ivan), Davi, Marcílio e Gilmar; Antônio Carlos, Rached e Esquerdinha; Gilson, Osni e Pedrinho.
Técnico: Coutinho

FLUMINENSE
Ricardo; Nilton, Careca, Nico e Beto; Samuel, Manoel (Rogério) e Aílton (Jorge Luís); Paulo Lino, Flávio e Paulinho.
Técnico:

Santos joga melhor, mas cede empate ao Fluminense

O zagueiro central Ivan, dos juniores, foi reintegrado, após sofrer punição imposta por Rubens Marino. O jogador havia sido afastado por impedir que o dirigente entrasse no vestiário para participar da preleção antes da partida.

Fonte: Jornal Folha de SP



Santos 1 x 1 Palmeiras

Data: 13/12/1980, sábado, 16h00.
Competição: Copa São Paulo de Futebol Júnior 1981 – 1ª fase – 3ª rodada – Grupo 3
Local: Estádio do Pacaembu, em São Paulo, SP.
Público: 10 mil pessoas aproximadamente
Árbitro: Ulisses Tavares da Silva.
Cartões vermelhos: Amauri (P) e Ronaldo (S) aos 21-2.
Gols: Galo (18-1) e Esquerdinha (30-1).

SANTOS
Oca; Flávio (Ivan), Davi, Marcílio e Gilmar; Antônio Carlos, Rached e Esquerdinha; Gilson, Osni e Pedrinho (Ronaldo).
Técnico: Coutinho

PALMEIRAS
Martorelli; Nenê (Vargas), Bonga, Deda e Jocimar; Claudeci (Rubens), Esquerdinha e Gatão; Amauri, Galo e Tino.
Técnico: Etore Marchetti

Santos empata e garante sua vaga

Com o resultado o Santos terminou na liderança do Grupo 3 e o Palmeiras foi eliminado.

Classificação Final:

Grupo 3
PG
J
V
E
D
GP
GC
SG
Santos
04
03
01
02
0
05
03
02
Bahia
04
03
02
0
01
04
04
0
Palmeiras
03
03
01
01
01
03
03
0
Fluminense
01
03
0
01
02
03
05
-2

Fonte: Estadão



Santos 1 x 1 Corinthians – 3 x 1 nos pênaltis

Data: 18/12/1980, quinta-feira, 21h00.
Competição: Copa São Paulo de Futebol Júnior 1981 – Quartas-de-final
Local: Estádio do Pacaembu, em São Paulo, SP.
Árbitro: Dulcídio Wanderley Boschilia.
Gols: Osni (26-1); Eli (19-2).
Pênaltis: Corinthians: Eli, Ronaldo e Nilton chutaram para fora. Ricieri marcou. Santos: Esquerdinha, Flávio e Gilson marcaram.

SANTOS
Oca; Flávio, Davi, Marcílio e Gilmar; Antônio Carlos, Rached (Ricardinho) e Esquerdinha; Gilson, Osni e Pedrinho (Ivan).
Técnico: Coutinho

CORINTHIANS
Tadeu; Nilton, Paulo, Vágner (Alberto) e Ronaldo; Ricieri, Lídio e Eli; Admilson, Vidotti e Carlinhos (Antônio Carlos).
Técnico: Julio Botelho

Santos obtém classificação nos pênaltis

Depois de um jogo equilibrado e com muitas brigas nas arquibancadas, Santos derrotou o Corinthians nos pênaltis.

Fonte: Estadão



Santos 0 x 1 São Paulo

Data: 21/12/1980, domingo, 15h00.
Competição: Copa São Paulo de Futebol Júnior 1981 – Semifinal
Local: Estádio do Pacaembu, em São Paulo, SP.
Árbitro: Ulisses Tavares da Silva Filho.
Cartão vermelho: Esquerdinha (S) aos 45-2.
Gol: Sidnei (11-2).

SANTOS
Oca; Flávio, Davi, Marcílio e Gilmar; Antônio Carlos, Ronaldo (Ivan) e Esquerdinha; Gilson, Osni (Requena) e Ricardo.
Técnico: Coutinho

SÃO PAULO
Naim; Flavinho, Vilela, Sérgio e Nelsinho; Márcio, Ferreira e Fábio; Fumê (Serginho), Sidnei (Paraná) e Luís Fernando.
Técnico: Firmo de Mello

São Paulo vence o Santos e está na final da Taça

Fonte: Jornal Folha de SP



Santos 0 x 2 Internacional

Data: 23/12/1980, terça-feira, 18h45.
Competição: Copa São Paulo de Futebol Júnior 1981 – Disputa do 3° lugar
Local: Estádio do Pacaembu, em São Paulo, SP.
Árbitro: Antônio de Pádua Sales.
Gols: Paulo Santos (18-2) e Paulo Santos (25-2).

SANTOS
Oca; João Carlos, Davi, Ivan e Gilmar; Antônio Carlos, Ronaldo e Serginho (Osni); Gilson, Almir e Ricardo.
Técnico: Coutinho

INTERNACIONAL
Chico; Ijuí, Gilmar, Paulinho e Paulo Omar; Ico, Renê e Borracha; Paulo Santos, Silvio e Aírton (Dede).
Técnico: Figueiró

Internacional bate o Santos e fica em terceiro lugar

Santos perde para o Internacional e termina em 4º na Copa SP de Juniores.

Fonte: Estadão



Fontes:
– Jornal Folha de SP
– Jornal O Estado de S. Paulo
Wikipédia

Período: disputada entre 6 e 20 de janeiro de 1980



Campanha:

J
V
E
D
GP
GC
SG
A
4
2
0
2
5
5
0
50,0%



Resultados:

06/01/1980 – Santos 0 x 2 Internacional – 1ª fase
09/01/1980 – Santos 2 x 1 Matsubara-PR – 1ª fase
12/01/1980 – Santos 2 x 0 Providência-MEX – 1ª fase
15/01/1980 – Santos 1 x 2 Matsubara-PR – Quartas-de-final

Artilheiros do Santos: 05 gols

03 gols – Wellington
01 gol – Fernandinho e Rached



Fichas técnicas:

Internacional 2 x 0 Santos

Data: 06/01/1980, domingo, 10h00.
Competição: Copa São Paulo de Futebol Júnior 1980 – 1ª rodada – Grupo D
Local: Estádio do Pacaembu, em São Paulo, SP.
Público e renda: N/D
Árbitro: Pedro Inácio Filho.
Cartão amarelo: Amaral (S).
Gols: Amauri (20-1) e Rogério (07-2).

SANTOS
Benito; Mauro, Ricardo, Amaral e Gilmar; Toninho Silva, Corrá (Ronaldo) e Esquerdinha (Osório); Fernandinho, Rached e Márcio Fernandes.
Técnico: Coutinho

INTERNACIONAL
Gilmar; Pedro Paulo (João Carlos), Amauri, João Gilberto e Chico Assis; Ico, Jorginho e Rogério; Pompéia, Silvio e Giba (Pedro Verdum).
Técnico:

Juiz quase linchado na feia derrota do Santos

Fonte: Jornal Folha de SP



Marília 1 x 2 Santos

Data: 09/01/1980, quarta-feira, 16h00.
Competição: Copa São Paulo de Futebol Júnior 1980 – 2ª rodada – Grupo D
Local: Estádio Lauro Gomes, em São Caetano do Sul, SP.
Árbitro: Ezequiel Pedroso.
Gols: Rached (01-1); Wellington (10-2) e Plazza (17-2).

MARÍLIA
Mário César; Júlio, Marquinhos, Fernando e Tekos; Amadeu, Sérgio e C. Alberto; Roberto, Reginaldo e Nilson (Plazza).
Técnico:

SANTOS
Benito; Osório, Ricardo, Mauro e Gilmar; Toninho Silva, Corrá (Robertinho) e Wellington; Fernando, Rached e Márcio Fernandes.
Técnico: Coutinho

Santos ganhou bem do Marília

Fonte: Jornal Folha de SP



Santos 2 x 0 Providência-MEX

Data: 12/01/1980, sábado, 16h00.
Competição: Copa São Paulo de Futebol Júnior 1980 – 3ª rodada – Grupo D
Local: Rua Javari, em São Paulo, SP.
Gols: Fernandinho (06-2) e Wellington (32-2, de pênalti)

Fonte: Jornal Folha de SP



Matsubara-PR 2 x 1 Santos

Data: 15/01/1980, terça-feira, 15h30.
Competição: Copa São Paulo de Futebol Júnior 1980 – Quartas-de-final
Local: Estádio do Pacaembu, em São Paulo, SP.
Árbitro: Dulcídio Wanderley Boschilia.
Gols: Mário Sérgio (23-2), Wellington (29-2) e Osmair (35-2).

MATSUBARA (PR)
André; Djalma Braga, Newmar, Carlos, Toninho e Joel; Costa, Mário Sérgio e Ronaldo (Luís Antonio); Wanderlei (Ratti), Osmair e Djalma Bala.
Técnico: Bolão

SANTOS
Benito; Osório, Ricardo, Mauro (Amaral) e Gilmar; Toninho Silva, Corrá e Rached; Fernando, Wellington e Márcio Fernandes.
Técnico: Coutinho

Matsubara foi mais objetivo e venceu o Santos

Fonte: Jornal Folha de SP


Período: disputada entre 7 e 20 de janeiro de 1979



O Santos não foi bem na Copinha de 1979. Perdeu para o Fluminense, que seria o vice-campeão da competição. Classificou-se para as Quartas-de-final como segundo colocado de seu grupo, mas no último jogo da fase classificatória quase perdeu a vaga para o Grêmio nos minutos finais. Os santistas cederam o empate quando venciam por 2 a 0, faltando apenas 8 minutos para o final.

Na fase seguinte, foi eliminado pela Portuguesa no Canindé, onde ocorreu uma briga generalizada nas arquibancadas após a virada da equipe Lusa.

Regulamento:

A Copinha foi disputada em quatro: primeira fase (grupos), quartas-de-final, semifinal e final. Participaram 16 clubes, divididos em 4 grupos. Na primeira fase os clubes jogaram entre si, dentro do grupo, em turno único, classificando-se para as quartas-de-final os dois melhores de cada grupo.



Campanha:

J
V
E
D
GP
GC
SG
A
04
01
01
02
06
07
-1
37,5%



Resultados:

07/01/1979 – Santos 0 x 1 Fluminense – 1ª fase
10/01/1979 – Santos 3 x 1 Nacional-SP – 1ª fase
13/01/1979 – Santos 2 x 2 Grêmio – 1ª fase
16/01/1980 – Santos 1 x 3 Portuguesa – Quartas-de-final

Santos eliminado nas Quartas-de final pela Portuguesa. O Marília foi o campeão vencendo o Fluminense na final.

Artilharia do Santos: 06 gols

02 gols – Rached
01 gol – Amaral, Fernando e Vicente
01 gol contra – Giovani (Grêmio)



Fichas técnicas:

Fluminense 1 x 0 Santos

Data: 07/01/1979, domingo, 10h00.
Competição: Copa São Paulo de Futebol Júnior 1979 – 1ª rodada – Grupo 3
Local: Estádio Lauro Gomes, em São Caetano do Sul, SP.
Público e renda: Portões abertos.
Árbitro: Edvaldo Pereira da Silva.
Cartões amarelos: Flávio e Joel (F).
Gol: Cléber (39-1).

FLUMINENSE
Luís; Edevaldo (Vilar), Flávio, Jorge Luís e Zezinho; Joel, Cléber e Marcos; Mário Jorge (Édson), Roque e Luizinho.
Técnico: José Farias

SANTOS
Paulinho; Ferreira, Ricardo, Amaral e Édson; Léo, Esquerdinha e Vicente (Corró); Fernando, Nilton (Rached) e Márcio Fernandes.
Técnico: Manga

O Santos não confirmou sua força

Fonte: Jornal Folha de SP



Nacional-SP 1 x 3 Santos

Data: 10/01/1979, quarta-feira, 14h00.
Competição: Copa São Paulo de Futebol Júnior 1979 – 2ª rodada – Grupo 3
Local: Estádio Lauro Gomes, em São Caetano do Sul, SP.
Público e renda: Portões abertos.
Árbitro: Adjaime Pires Barbosa.
Gols: Luizinho (24-1) e Amaral (39-1, de pênalti); Rached (03-2) e Vicente (33-2).

NACIONAL (SP)
Edson; Zé Maria, Mauro Ramos, Cláudio e Melo; Renê, Daniel e Carlinhos; Luizinho, Adalmi (Cidão) e Bahia.
Técnico:

SANTOS
Paulinho; Ferreira, Ricardo (Osório), Amaral e Édson; Léo, Cardim e Corró (Vicente); Fernando, Rached e Esquerdinha.
Técnico: Manga

Manga prometeu e o Santos cumpriu

Fonte: Jornal Folha de SP



Santos 2 x 2 Grêmio

Data: 13/01/1979, sábado, 10h00.
Competição: Copa São Paulo de Futebol Júnior 1979 – 2ª rodada – Grupo 3 (última)
Local: Rua Javari, em São Paulo, SP.
Público e renda: Portões abertos.
Árbitro: Donato Roberto Forcella.
Gols: Fernando (21-1) e Giovani (34-1, contra); Brasil (30-2) e Zé Ilo (37-2).

SANTOS
Paulinho; Osório (Ricardo), Ferreira, Amaral e Édson; Léo, Cardim e Corrá; Fernando, Rached e Esquerdinha (Vicente).
Técnico: Manga

GRÊMIO
Jurandir; Nestor, Badechi, Casemiro e Julio (China); Valdir, Giovani e Renato Lima; Paulo Mattos (Zé Ilo), Brasil e Odair.
Técnico: Jaime Schmidt

Por bem pouco o Santos quase não se classifica

A equipe santista vencia por 2 a 0, mas faltando 8 minutos para terminar a partida o Grêmio iniciou sua reação e conseguiu o empate dramático. Ainda assim o Santos classificou-se como o 2º colocado do Grupo 3. A torcida santista não gostou da acomodação no final e vaiou os meninos.

Fonte: Jornal Folha de SP



Portuguesa 3 x 1 Santos

Data: 16/01/1979, terça-feira
Competição: Copa São Paulo de Futebol Júnior 1979 – Quartas-de-final
Local: Estádio do Canindé, em São Paulo, SP.
Público e renda: Portões abertos.
Árbitro: Valter Gabriel Miltre.
Cartões vermelhos: Dunga (P) e Fernando (S).
Gols: Rached (29-1); Odilon (06-2), Dema (16-2) e Altair (34-2, de pênalti).

PORTUGUESA
Marquinhos; Paulo, Altair, Édson e Paraná; Marcos, Dema e Dunga; Gilberto, Odilon e Jorge Luís.
Técnico:

SANTOS
Paulinho (Amaral); Ferreira, Ricardo, Amaral e Édson; Léo, Cardim (Toninho Silva) e Corró (Vicente); Fernando, Rached e Márcio Fernandes.
Técnico: Manga

Conflito armado nas arquibancadas do Canindé

Com facas, paus e garrafas, a briga foi generalizada entre os mais de 20 mil torcedores; mas a Portuguesa venceu o Santos por 3 a 1

Portuguesa vence em casa e elimina o Santos nas Quartas-de final.

O Santos começou bem e terminou o 1º tempo vencendo por 1 a 0, gol de Rached. Mas no 2º tempo a Portuguesa mudou a história em apenas 16 minutos, virando a partida. Foi o bastante para que começasse a confusão nas arquibancadas.

O estádio do Canindé estava em obras e não faltou material de construção para virar arma nas mãos dos torcedores. Também houve invasão do gramado.

O zagueiro Amaral foi obrigado a jogar no gol os 15 minutos finais e acabou sofrendo um gol de pênalti.

O volante Léo cumpriu a sua promessa e deu um tapa na cara do juiz após o jogo.

Fonte: Jornal Folha de SP