Santos 0 x 0 Juventude

Data: 12/06/2021, sábado, 19h00.
Competição: Campeonato Brasileiro – 3ª rodada
Local: Estádio da Vila Belmiro, em Santos, SP.
Público: portões fechados devido a pandemia de Covid-19.
Árbitro: Alexandre Vargas Tavares de Jesus
Auxiliares: Rodrigo Figueiredo Henrique Correa e Thiago Henrique Neto Correa Farinha.
VAR: Rodrigo Nunes de Sá
Cartões amarelos: Luan Peres e Jean Mota (S); Elton, Guilherme Castilho e Capixaba (J).

SANTOS
John; Pará (Madson), Luiz Felipe (Marcos Leonardo), Luan Peres e Felipe Jonatan; Alison, Jean Mota e Gabriel Pirani; Marinho, Marcos Guilherme e Kaio Jorge.
Técnico: Fernando Diniz

JUVENTUDE
Marcelo Carné; Michel, Vitor Mendes Rafael Forster e Alyson; Wescley, Elton, Guilherme Castilho, Capixaba (Bruninho) e Chico (Fernando Pacheco); Marcos Vinicios e Wescley (Matheus Jesus).
Técnico: Marquinhos Santos


Santos 1 x 0 Cianorte

Data: 08/06/2021, terça-feira, 16h30.
Competição: Copa do Brasil – 3ª fase – Jogo de volta
Local: Estádio da Vila Belmiro, em Santos, SP.
Público: portões fechados devido a pandemia de Covid-19.
Árbitro: Gilberto Rodrigues Castro Junior (PE)
Auxiliares: Clovis Amaral da Silva e Karla Renata Cavalcanti de Santana (ambos do PE).
Cartões amarelos: Marinho (S); Michel, Morelli e Eduardo (C).
Gol: Marcos Guilherme (25-1).

SANTOS
John; Pará, Luiz Felipe, Luan Peres e Felipe Jonatan; Alison, Jean Mota e Gabriel Pirani (Marcos Leonardo); Marinho (Madson), Marcos Guilherme (Ângelo) e Kaio Jorge (Ivonei).
Técnico: Fernando Diniz

CIANORTE (PR)
Bruno; Michel, Eduardo, Maurício e Rael; Escobar (Sávio), Morelli (João Mafra) e Gabriel Calabres (Léo Porto) e Erick Salles (Rafael); Buba e Wilson Júnior (Pachu).
Técnico: João Burse



Santos vence o Cianorte novamente e avança às oitavas de final da Copa do Brasil

O Santos venceu o Cianorte por 1 a 0 na tarde desta terça-feira, na Vila Belmiro, e avançou às oitavas de final da Copa do Brasil. O gol foi marcado por Marcos Guilherme.

O Peixe jogou tranquilo após o resultado de 2 a 0 no Paraná. Com intensidade menor, o Alvinegro criou menos e quase nada sofreu na defesa para chegar ao 3 a 0 no agregado.

O Santos alcançou a terceira vitória consecutiva pela primeira vez na temporada. E a classificação também representa R$ 2,7 milhões aos cofres do clube.

O jogo

O Santos dominou novamente o Cianorte, mas desta vez criou menos. Com intensidade menor após o 2 a 0 no Paraná, o Peixe criou poucas chances claras no primeiro tempo.

Com dificuldade para fazer o goleiro Bruno trabalhar, o Alvinegro abriu o placar em jogada individual de Marcos Guilherme. Ele recebeu pela ponta esquerda, cortou para dentro e acertou lindo chute de fora da área aos 25 minutos. Um golaço.

No minuto 39, Gabriel Pirani arrancou no mano a mano, não tocou para Kaio Jorge e perdeu a bola. Era uma enorme oportunidade para o Santos ampliar. Enquanto isso, o Cianorte quase nada fez.

A primeira chance da etapa final foi do Cianorte. Léo Porto acionou Buba entre os zagueiros e a finalização dos visitantes parou em grande defesa do goleiro John.

O Santos só ficou perto do segundo gol aos 17 minutos. Kaio Jorge driblou Bruno, mas perdeu ângulo. Na sequência, Marcos Guilherme parou no goleiro do Cianorte.

Aos 24, Kaio Jorge puxou contra-ataque em velocidade e deixou Marcos Guilherme na cara do gol. O meia-atacante, porém, bateu fraco e parou no goleiro Bruno. No minuto 26, Kaio recebeu na entrada da área e finalizou por cima.

O Santos seguiu desperdiçando chances claras. Quando o placar marcava 34 minutos jogados, Marcos Leonardo acionou Vinicius Balieiro e o volante invadiu a área sozinho e chutou para defesa de Bruno. Aos 46, Buba obrigou John a fazer bonita intervenção.

No fim das contas, vitória merecida do Santos. E que só não foi maior pela pontaria ruim e boa atuação do goleiro Bruno.

Bastidores – Santos TV:

Fernando Diniz valoriza classificação do Santos, mas alerta para “diminuição da intensidade”

O técnico Fernando Diniz valorizou a classificação do Santos para as oitavas de final da Copa do Brasil, mas alertou para a queda na intensidade e concentração da equipe.

Após vencer o Cianorte por 2 a 0 fora de casa, o Peixe fez 1 a 0 nesta terça-feira, na Vila Belmiro. O goleiro John fez algumas defesas importantes.

“De mais positivo a vitória e uma vitória sem levar gol. De negativo foi a diminuição de intensidade e nível de concentração. Jogadores se empenharam e estão de parabéns pela passagem de fase”, disse Diniz.

‘Invicto’, Luiz Felipe elogia Diniz e divide méritos no Santos: “Felizes por embalar”

Luiz Felipe foi a principal novidade do Santos nas últimas três partidas. O zagueiro agradou ao técnico Fernando Diniz nos treinamentos e superou a concorrência de Kaiky.

Desde o retorno, Luiz está invicto: 2 a 0 fora e 1 a 0 em casa contra o Cianorte na Copa do Brasil e 3 a 1 diante do Ceará pelo Campeonato Brasileiro.

Questionado sobre essa invencibilidade, Luiz Felipe elogiou Diniz e dividiu os méritos com o elenco.

“Essa boa sequência não tem a ver só comigo, é de todo grupo. Diniz mostra seu trabalho e a gente se doa ao máximo para melhorar. Ficamos felizes por embalar”, disse Luiz, ao SporTV.

Diniz elogia Kaiky após dar chance a Luiz Felipe no Santos: “Jogador para algumas Copas do Mundo”

O técnico Fernando Diniz elogiou Kaiky após promover a titularidade de Luiz Felipe nas últimas três partidas do Santos.

No entendimento do treinador, Luiz merecia a oportunidade e o Menino da Vila ganhará seu espaço naturalmente.

“Luiz Felipe fez três bons jogos, coincidentemente time venceu com a entrada dele. Não venceu pela saída do Kaiky. Equipe foi mais sólida defensivamente como um todo. Kaiky é fenômeno, tem tudo para ser jogador de seleção brasileira e para algumas Copas do Mundo. Ter, com 17 anos, esse desempenho nesse ano é digno de elogios. Mas achei que Luiz merecia oportunidade. Eu conto com Kaiky e tenho confiança sobre ser um dos melhores zagueiros do futebol internacional”, disse Diniz, nesta terça-feira.

Com Luiz Felipe no time, o Santos venceu Cianorte (fora e dentro de casa) e Ceará). O Peixe voltará a campo para enfrentar o Juventude, sábado, novamente na Vila Belmiro, pela terceira rodada do Campeonato Brasileiro.

Marcos Guilherme comemora 1º gol pelo Santos: “Dia histórico para mim”

Marcos Guilherme fez seu primeiro gol pelo Santos (e um golaço) na vitória por 1 a 0 sobre o Cianorte nesta terça-feira, na Vila Belmiro, pela terceira fase da Copa do Brasil.

O meia-atacante acertou o ângulo do goleiro Bruno em finalização de fora da área no primeiro tempo. E foi comemorar com o técnico Fernando Diniz.

“Dia histórico para mim. Uma honra fazer gol aqui, onde vários craques passaram”, disse Marcos, ao SporTV.

“Comemorei com o Diniz por toda a confiança que ele tem no futebol. Somente gratidão a ele pela oportunidade”, completou.

Após vencer por 2 a 0 no Paraná, o Santos fez 3 a 0 no agregado e está nas oitavas de final da competição.


Santos 3 x 1 Ceará

Data: 05/06/2021, sábado, 21h00.
Competição: Campeonato Brasileiro – 2ª rodada
Local: Estádio da Vila Belmiro, em Santos, SP.
Público: portões fechados devido a pandemia de Covid-19.
Árbitro: Jean Pierre Gonçalves Lima (RS)
Auxiliares: Lucio Beiersdorf Flor e André da Silva Bitencourt (ambos do RS).
VAR: Rodrigo Carvalhães de Miranda (RJ)
Cartões amarelos: Pará, Luan Peres e Alison (S); Gabriel Lacerda (C).
Gols: Jean Mota (18-1) e Vina (51-1, de pênalti); Marinho (17-2) e Kaio Jorge (26-2).

SANTOS
John; Pará, Luiz Felipe, Luan Peres e Felipe Jonatan; Pirani (Ângelo), Alison e Jean Mota (Danilo Boza); Marinho (Madson), Kaio Jorge (Marcos Leonardo) e Marcos Guilherme (Kevin).
Técnico: Fernando Diniz

CEARÁ
Richard; Buiu, Messias, Gabriel Lacerda (Jordan) e Bruno Pacheco; William Oliveira; Fernando Sobral (Charles), Vina (Rick), Jorginho e Saulo Mineiro (Wendson); Felipe Vizeu (Cléber).
Técnico: Guto Ferreira



Santos vence a primeira no Brasileirão em noite infeliz de zagueiro do Ceará

Depois de estrear no Campeonato Brasileiro com derrota para o Bahia, o Santos reagiu na noite deste sábado com uma vitória para cima do Ceará por 3 a 1, na Vila Belmiro.

Jean Mota, Marinho e Kaio Jorge foram à rede pelo Peixe, enquanto Vina descontou para o Vozão, mas o destaque do jogo acabou sendo o zagueiro Messias, que participou de quase todos os lances decisivos do jogo.

O resultado deixou o Santos na oitava colocação, com três pontos, e o Ceará, com o mesmo número de pontos, uma posição acima na tabela de classificação devido ao saldo de gols melhor. Mas, ainda é tudo temporário, pois a rodada será finalizada nesse domingo.

O jogo

A noite trágica de Messias começou cedo. Com cinco minutos de jogo, o beque tentou cabecear uma bola rasteira, se atrapalhou todo e acabou batendo o braço na bola.

Sorte dele e do Ceará que Marinho mandou direto para fora. E sorte de Marinho que pouco depois Jean Mota acertou um petardo no ângulo para abrir o placar para o Peixe. Golaço!

No último lance antes do intervalo, os visitantes conseguiram um escanteio. Dessa vez, Messias foi bem de cabeça e viu a bola sendo cortada por Alison, com o braço. Mais um pênalti. Esse, Vina guardou.

Na etapa final, Santos sobrou, e contou com Messias, que primeiro cortou uma bola de maneira errada e acabou dando uma assistência para Marinho. Depois, o zagueiro viu a cabeçada de Kaio Jorge desviar no seu corpo e ir para o fundo do gol.

Bastidores – Santos TV:

Diniz ressalta gol do Santos após saída de pé em pé: “Tendem a desencorajar”

Fernando Diniz já sofreu muitas críticas por colocar seus times para sair jogando a partir do goleiro, dentro da própria área. Mas, nesse sábado, o Santos venceu o Ceará na Vila Belmiro depois de abrir o placar em uma jogada que, pode-se dizer, teve a assinatura do técnico.

“Que pergunta legal essa que você me faz, porque se a gente fizer 10 gols assim e tomar um, e o placar for 10 a 1, as pessoas tendem a desencorajar esse tipo de modelo de jogo. Isso é uma rotina”, afirmou Diniz durante a entrevista coletiva, logo após o triunfo do Peixe.

“Espero que aqui mais gente comece a enxergar que a jogada começou lá no goleiro, uma forma de atrair, que a gente treinou muito, e culminou no gol do Jean Mota. Tudo na vida, em algum momento, você vai errar. Mas, tenho confiança plena que esse modelo de jogo, esse jeito de jogar, ele oferece muito mais risco para o adversário, que tem que pressionar muito alto e acaba deixando espaço, do que pra gente, que treina para fazer isso de uma maneira constante”, completou.

Diniz também admitiu que o gol de Kaio Jorge, o terceiro do Santos, foi resultado de uma jogada ensaiada no CT Rei Pelé.

“Já tinha feito pela Libertadores. É uma jogada ensaiada, sim”.

Kaio Jorge explica “malandragem” para fazer gol em vitória do Santos

O último gol do Santos na vitória sobre o Ceará, na noite deste sábado, foi de Kaio Jorge. O centroavante do Peixe fingiu que estava amarrando o cadarço para enganar a marcação no lance de escanteio e acabou ficando livre para marcar.

“Tem que ter um pouco de malandragem. Vi que eu estava marcado, o único jeito de ‘tapear’ o adversário foi amarrando o cadarço. Fiz o possível para fazer o gol, o Pirani colocou a bola com carinho ali e eu consegui fazer o gol”, contou o jogador de apenas 19 anos ao Premiere.

“A gente vem fazendo bons jogos, perdemos contra o Bahia, mas recuperamos contra o Cianorte, agora contra o Ceará. É continuar fazendo o que o professor está pedindo, estamos evoluindo”, concluiu o atleta santista.

Marcos Guilherme celebra primeira partida na Vila Belmiro: “Dia muito especial”

Neste sábado, o Santos somou os seus primeiros pontos no Campeonato Brasileiro de 2021 ao derrotar o Ceará, por 3 a 1, em casa. E o resultado teve um gosto ainda mais especial para o meia Marcos Guilherme, que estreou com a camisa do Peixe na Vila Belmiro.

O atleta, que inclusive deu uma assistência no jogo, comemorou o feito e aproveitou para parabenizar todo o grupo pelo triunfo.

“Foi um dia muito especial na minha carreira. Poder estrear na Vila Belmiro, um palco onde vários craques passaram, hoje pelo lado do Santos, com certeza vai ficar marcado na minha história, ainda mais com a vitória. A equipe toda está de parabéns, corremos muitos, lutamos e merecemos o resultado”, disse à Santos TV.

Quem também teve uma noite especial foi Danilo Boza, que realizou a sua primeira partida pelo Alvinegro Praiano. O zagueiro entrou aos 42 minutos do segundo tempo, quando o Santos já vencia por 3 a 1.

“É uma emoção muito grande entrar no meu primeiro jogo. Tenho só a agradecer a todos pela confiança. Vamos comemorar essa vitória”, comentou.


Santos FC x Cianorte FC (PR)
Santos Futebol Clube x Cianorte Futebol Clube


Retrospecto:

02 jogos
02 vitórias
00 empate
00 derrota
03 gols pró
00 gol contra
03 saldo

Resultados:

01/06/2021 – Santos 2 x 0 Cianorte-PR – Copa do Brasil – Albino Turbay
08/06/2021 – Santos 1 x 0 Cianorte-PR – Copa do Brasil – Vila Belmiro


Cianorte-PR 0 x 2 Santos

Data: 01/06/2021, terça-feira, 19h00.
Competiçao: Copa do Brasil – 3ª fase – Jogo de ida
Local: Estádio Municipal Olímpico Albino Turbay, em Cianorte, PR.
Público: portões fechados devido a pandemia de Covid-19.
Árbitro: Diego Pombo Lopez (BA)
Auxiliares: Jucimar dos Santos Dias e José Carlos Oliveira dos Santos (ambos da BA).
Cartões amarelos: Rael, Zé Vitor, Léo Porto e Vitor (C); Luiz Felipe e Lucas Braga (S).
Gols: Kaio Jorge (23-1); Marinho (34-2).

CIANORTE (PR)
Bruno; Michel, Vitor, Maurício e Rael; Zé Vitor (Sávio), Moreli, Erick Salles (Buba) e Gabriel Calabres (Rafael); Léo Porto (Tales) e Pachu (Wilson Junior).
Técnico: João Burse

SANTOS
John; Pará, Luiz Felipe, Luan Peres e Felipe Jonatan; Alison, Jean Mota e Gabriel Pirani (Marcos Guilherme); Marinho (Ângelo), Lucas Braga (Vinicius Balieiro) e Kaio Jorge (Marcos Leonardo).
Técnico: Fernando Diniz



Santos vence o Cianorte fora de casa e encaminha vaga na Copa do Brasil

O Santos venceu o Cianorte por 2 a 0 na noite desta terça-feira, no Estádio Albino Turbay, pelo jogo de ida da terceira fase da Copa do Brasil. O gols foram marcados por Kaio Jorge e Marinho, um em cada tempo.

O Peixe dominou as ações desde o começo e chegou a ter quase 90% de posse de bola, mas perdeu muitas chances para ampliar. O gol de Marinho só saiu na parte final da partida após muita insistência. Defensivamente, o time foi seguro diante da equipe da Série D.

A decisão ocorrerá na próxima terça-feira, na Vila Belmiro. O Santos pode até perder por um gol de diferença para avançar às oitavas de final da competição nacional.

O jogo

O Santos, como não poderia ser diferente, dominou as ações desde o primeiro minuto de jogo e beirou os incríveis 90% de posse de bola. Logo no comecinho, um pênalti em Marinho não foi marcado.

O Peixe, porém, teve dificuldade para transformar essa bola no pé em chances de gol. A saída foi uma finalização de fora da área: Luan Peres chutou, Bruno espalmou e Kaio Jorge aproveitou o rebote de cavadinha no minuto 23.

O Alvinegro teve outra grande oportunidade aos 31, quando Kaio Jorge cruzou, Lucas Braga ajeitou de calcanhar e Bruno parou em Marinho na pequena área. Por fim, Marinho deixou Pirani cara a cara com o goleiro e o meia chutou para fora aos 40.

Aos nove minutos, o Santos teve outro lance cristalino para marcar o segundo gol. Marinho driblou Rael e cruzou forte antes de Kaio Jorge errar na pequena área.

Quando o placar marcava 14 jogados, o Cianorte fez John trabalhar pela primeira vez. Rael puxou contra-ataque e bateu forte de fora da área para defesa segura do goleiro santista.

O Santos teve outras duas chances importantes em sequência. Aos 18, Luiz Felipe fez gol anulado por impedimento. Segundos depois, Marinho parou novamente no goleiro Bruno.

No minuto 30, Marinho foi tocado por Wilson Junior e o pênalti também não foi marcado. Aos 31, Kaio Jorge quase fez no segundo pau. E aos 33, Marcos Guilherme parou no goleiro Bruno (e na trave).

E, finalmente, o gol saiu no minuto 34. Kaio Jorge recebeu no contra-ataque e rolou para Marinho. O primeiro chute parou na zaga e o rebote parou no gol. 2 a 0 para o Santos.

Bastidores – Santos TV:

Fernando Diniz valoriza vitória do Santos sobre o Cianorte: “Time muito intenso”

O técnico Fernando Diniz gostou do desempenho do Santos na vitória por 2 a 0 contra o Cianorte na noite desta terça-feira, no Estádio Albino Turbay, pelo jogo de ida da terceira fase da Copa do Brasil. O gols foram marcados por Kaio Jorge e Marinho, um em cada tempo.

O adversário não é dos melhores, mas o treinador aprovou a quantidade de chances criadas no Paraná.

“Intensidade do time e respeito pelo adversário e camisa do Santos. Fizemos o melhor jogo possível. Muito intenso, marcamos e jogamos muito, com marcação pressão quase o tempo todo. Faltou aproveitar melhor as chances criadas”, disse Diniz.

Diniz explica chances para John e Luiz Felipe no Santos: “Bem nos treinos”

O técnico Fernando Diniz surpreendeu ao escalar o goleiro John e o zagueiro Luiz Felipe como titulares do Santos na vitória por 2 a 0 sobre o Cianorte nesta terça-feira, fora de casa, pelo jogo de ida da terceira fase da Copa do Brasil.

Em entrevista coletiva, o treinador explicou os motivos para deixar João Paulo e Kaiky entre os reservas.

“A gente tem dois grandes goleiros. João Paulo está bem nos jogos e treinos. John também. Jogaram bem o ano todo e quis dar oportunidade para o John. Sobre revezamento, veremos depois. Vladimir é um grande goleiro também”, disse Diniz.

“Achei que Luiz Felipe vinha treinando bem e merecia oportunidade”, comentou sobre Luiz Felipe.

Luan Peres comemora reação do Santos: “Temos tudo para embalar”

O zagueiro Luan Peres valorizou a vitória por 2 a 0 contra o Cianorte na noite desta terça-feira, no Estádio Albino Turbay, pelo jogo de ida da terceira fase da Copa do Brasil. O gols foram marcados por Kaio Jorge e Marinho, um em cada tempo.

O Peixe venceu após três derrotas consecutivas e encaminhou a vaga nas oitavas de final da Copa do Brasil. A decisão será na próxima terça, na Vila Belmiro.

Luan destacou a ajuda da defesa no ataque e a lição aprendida após a derrota por 3 a 0 para o Bahia, em Salvador.

“O time inteiro ajuda na marcação e no ataque. Os zagueiros ajudam na armação, principalmente com o Diniz. Fui feliz ajudando no primeiro gol. Tivemos méritos, marcamos bem. Eles só tiveram um contra-ataque. Ficamos felizes por essa vitória nesse campo”, disse Luan Peres, ao SporTV.

“Conversamos no intervalo sobre não entrar como foi contra o Bahia no 2° tempo, com um apagão. Entramos mais focados, com muito mais vontade, mais ligados. Aprendemos com os erros e vamos seguir trabalhando. Trabalho é bem feito. Temos tudo para embalar”, completou.

Fernando Diniz defende Pará no Santos: “Tem todo meu respeito”

O técnico Fernando Diniz defendeu Pará, um dos jogadores mais criticados pela torcida do Santos nas últimas semanas.

O treinador destacou a importância do lateral-direito para o elenco e indicou a manutenção da titularidade.

“Ele é titular como outros titulares. Quem não joga também é titular e todos são importantes”, disse Diniz, antes de fazer elogios.

“Pará fez bom jogo hoje, é experiente e técnico. Um jogador que falam, mas está há 15 anos jogando em grandes clubes e quase sempre como titular. Tem todo meu respeito”.

Aos 35 anos, Pará tem contrato com o Santos até 31 de dezembro de 2022. O atleta já disputou 269 partidas pelo Peixe.