Navegando Posts em Torneio de Verão

Santos 3 x 1 Corinthians

Data: 24/01/1996, quarta-feira, 21h00.
Competição: Torneio de Verão (Quadrangular) – Final
Local: Estádio da Vila Belmiro, em Santos, SP.
Público e renda: N/D
Árbitro: Léo Feldman (RJ).
Cartões amarelos: Edinho, Sandro, Marcos Paulo, Gallo e Giovanni (S); Bernardo, Júlio César e Marcelinho Carioca (C).
Cartão vermelho: Gláuber (C).
Gols: Giovanni (09-1), Kennedy (18-1), Jorginho (28-1) e Camanducaia (21-2).

SANTOS
Edinho; Marcos Adriano, Ronaldo Marconato, Sandro e Marcos Paulo (Jean); Gallo, Carlinhos (Cerezo), Giovanni (Kiko) e Kennedy; Camanducaia (Welliton) e Marcelo Passos (Arthur).
Técnico: Candinho

CORINTHIANS
Ronaldo; Henrique, Célio Silva e Silvinho (Luciano); Bernardo (Marcelinho Paulista), Júlio César, Leônidas (Gláuber) e João Paulo (Silva); Marcelinho Carioca (Sandro), Mazinho Loyola e Jorginho.
Técnico: Vanderlei Luxemburgo



Santos vence Corinthians com facilidade e conquista o Torneio de Verão

Santos e Corinthians partiram para a decisão do Torneio de Verão em condições iguais. Ambos haviam se classificado após as cobranças de penaltis. Logo aos primeiros minutos o público presente teve a amostra do que Giovanni e companhia poderiam proporcionar naquela noite.

Aos 9 minutos de partida o Santos abriu o marcador em grande jogada individual do meio-campista santista Giovanni, que acertou o ângulo esquerdo do goleiro Ronaldo sem chances de defesa. Mais um belo gol do cobiçado camisa 10 santista que arrancou aplausos dos torcedores na Vil Belmiro.

A equipe treinada por Candinho mostrava um surpreendente entrosamento para o início da temporada. Aos 18 minutos, após uma bela triangulação do ataque santista, o africano Kennedy, fez outro belo gol.

Com dois gols de vantagem o Santos acomodou-se e deu espaço ao time corintiano. Resultado: os corintianos diminuiram para 2×1, gol de Jorginho aos 38 minutos o primeiro tempo.

No entanto, o gol corintiano foi incapaz de intimidar o time santista. Pelo contrário, acordou a equipe da baixada que controlou as ações do jogo até o final. Com um toque de bola refinado, o Santos envolveu o Corinthians e chegou facilmente ao terceiro gol, de Camanducaia, que garantiu o título de campeão do Torneio de Verão.

Fonte: Revista Jovem Santos, ano I, nº 2.

Santos 2 x 2 Grêmio – 3 x 0 nos pênaltis

Data: 22/01/1996, segunda-feira, 21h00.
Competição: Torneio de Verão (Quadrangular) – Semifinal
Local: Estádio da Vila Belmiro, em Santos, SP.
Público: 3.686 pagantes
Renda: R$ 30.280,00
Árbitro: João Paulo Araújo
Cartões amarelos: Camanducaia (S); Negretti e Paulo Nunes (G).
Gols: Macedo (07-1) e Silvio (25-1); Silvio (14-2) e Jean (36-2).
Pênaltis: Santos 3 x 0 Grêmio: Gallo (gol), Negretti (Edinho defendeu), Ronaldo Marconato (gol), Paulo Nunes (Edinho defendeu), Carlinhos (gol) e Dinho (na trave).

SANTOS
Edinho; Baiano (Cerezo), Jean, Ronaldo Marconato e Marcos Adriano; Gallo, Carlinhos e Marcelo Passos (Welliton); Camanducaia, Macedo (Arthur) e Kennedy.
Técnico: Candinho

GRÊMIO
Murilo; Arce (Carlos Alberto), Rivarola, Adílson e Róger; Dinho, Goiano, Émerson (Alessandro) e Negretti; Silvio e Paulo Nunes.
Técnico: Luís Felipe Scolari



Santos bate Grêmio nos pênaltis e espera o adversário para final

O Santos venceu o seu primeiro confronto do ano, contra o Grêmio, na Vila Belmiro, pelo Torneio de Verão.

Logo aos 7 minutos de jogo houve o prenúncio de que o Santos manteria o bom futebol do ano anterior. Macedo encobriu o goleiro gremista Murilo e colocou os santistas em vantagem.

No entanto, o entrosamento do miolo de zaga santista estava longe do ideal, e isso ficou claro após a bobeada que proporcionou o empate dos gremistas aos 25 minutos, com o gol do atacante Silvio.

O empate no placar persistiu até os 14 minutos do segundo tempo, quando novamente o atacante Silvio do Grêmio marcou o gol da virada, 1×2.

A pequena torcida que compareceu a Vila Belmiro ficou desconfiada mas continuou apoiando o time. E foi com esse incentivo que o Santos pressionou até conseguir o empate aos 36 minutos, quando o zagueiro Jean deixou tudo igual, 2×2.

O empate levou a decisão para os pênaltis. Aí brilhou a estrela do goleiro Edinho, que defendeu os pênaltis cobrados por Negretti e Paulo Nunes, e ainda contou com a sorte ao ver a bola chutada por Dinho bater na trave. O Santos estava classificado para a final e aguardava o adversário que viria do confronto entre Corinthians x Cruzeiro no dia seguinte. O jogo terminou 1×1 no tempo normal e nos pênaltis deu Corinthians por 4×3.

Giovanni acerta renovação de seu contrato com o Santos por um ano

O Santos anunciou ontem a renovação do contrato do meia-atacante Giovanni. Ele ficará na Vila Belmiro por mais um ano.

“Demorou, mas fiz um bom contrato. Estou feliz, pois minha intenção sempre foi ficar no Santos. Agora, só penso em ser campeão paulista”, disse o jogador.

O presidente do clube, Samir Abdul Hak, se negou a divulgar as bases do contrato. Giovanni se recusou a comentar detalhes financeiros da transação. Membros da diretoria consultados ontem disseram que Giovanni receberá R$ 45 mil mensais. Além disso, o clube pagará, parceladamente, luvas de R$ 300 mil. Hak confirmou que os patrocinadores do Santos, Unicór e Amddma, irão contribuir no pagamento dos salários do jogador.

Além do de Giovanni, a diretoria renovou ontem o contrato do meia defensivo Gallo por um ano.

Na tarde de ontem, Hak tentava a renovação dos contratos de Robert e Vágner. Robert, inclusive, já teve seu passe colocado à venda na semana passada. Segundo Hak, ele teria pedido salários “acima do que o clube pode pagar”.

Além das renovações, o Santos continua buscando reforços para o Campeonato Paulista. Hoje, o clube pode anunciar a contratação do atacante Leonardo, do Sport (PE). A indicação de Leonardo foi feita pelo zagueiro Sandro, contratado Sport por R$ 500 mil.

A diretoria informou que o Santos desistiu das contratações de Gilmar e Cláudio (ambos do São Paulo) e Bentinho (Portuguesa).



Santos pega Grêmio na Vila Belmiro

As duas equipes se enfrentam hoje às 21h, em Santos (SP), na abertura do Torneio de Verão. Também participam da competição Corinthians e Cruzeiro.

O jogo marca a estréia oficial do treinador Candinho no comando do time santista, atual vice-campeão brasileiro.

Fontes:
– Revista Jovem Santos, ano I, nº 2.

O Torneio de Verão foi uma competição quadrangular estilo mata-mata, organizada pelo SBT no início da temporada de 1996 e realizada durante três dias em Santos/SP. Todos os jogos foram disputados na Vila Belmiro. Os clubes retornavam as suas atividades após o término do Campeonato Brasileiro 1995 visando a preparação para os campeonatos estaduais.

Era o retorno do Peixe, atual vice-campeão brasileiro, aos gramados. O cobiçado Giovanni, eleito pela Revista Placar o melhor jogador do campeonato nacional de 1995, ainda discutia a renovação de contrato com a diretoria alvinegra. Com a saída de Cabralzinho, após 9 anos retornava o técnico Candinho ao comando técnico da equipe. O elenco foi mantido, com exceção do volante Pintado que voltou ao Cruz Azul do México. Para este início de temporada o Santos trouxe o zagueiro Sandro, do Sport de Recife, e passou a dar mais oportunidades aos africanos Kennedy e Arthur, nascidos no Zimbábue, que chegaram ao Santos em 95 pelas mãos do Rei Pelé. Com poucos dias no clube Candinho ainda procurava a formação ideal.

Na semifinal o Santos venceu nos penaltis o Grêmio do técnico Luis Felipe Scolari, que naquele ano seria campeão Brasileiro contra a Portuguesa. Destaque para o príncipe Edinho, que efetuou duas defesas nas cobranças de penaltis e garantiu o Peixe na final.

O Santos ficou com o título ao bater o Corinthians na final, com mais uma exibição de gala do camisa 10 Giovanni. Um lance que não sai da memória ocorreu no segundo tempo, com o placar já definido. Giovanni, com a bola dominada, retornava ao campo de defesa quando encarou a marcação de Marcelinho Carioca. Com a maior simplicidade e genialidade do mundo, aplicou-lhe um chapéu puxando a bola que rolava mansa no gramado. Marcelinho ficou sem reação e foi substituído na seqüência.

Clubes participantes:
– Corinthians
– Cruzeiro
– Grêmio
– Santos

Jogos:

Semifinais
Data
Ficha Técnica
Local
Vídeo
22/01//1996
Vila Belmiro
N/D
23/01/1996
Corinthians 1 x 1 Cruzeiro (pen. 4×3)
Vila Belmiro
N/D



Final
Data
Ficha Técnica
Local
Vídeo
24/01/1996
Vila Belmiro

Santos campeão. Não houve disputa de 3º e 4º lugares.

Artilheiros do Santos FC:
01 gol – Macedo, Jean, Giovanni, Kennedy e Camanducaia.

Galeria de fotos:





Créditos:
Revista Jovem Santos, Ano I, nº 2.

Santos 0 x 2 Corinthians

Data: 19/01/1986, domingo, 19h00.
Competição: Torneio Internacional de Verão
Local: Estádio da Vila Belmiro, em Santos, SP.
Público: 5.840 pagantes
Renda: Cr$ 114.055.000,00
Árbitro: Dulcídio Wanderley Boschilia
Gols: Lima (18-2) e João Paulo (33-2).

SANTOS
Rodolfo Rodríguez; Toninho Oliveira (Amauri), Davi (Flávio), Pedro Paulo e Paulo Róbson; Serginho Carioca, Celso, Édson (Mário Sérgio) e Mauro; Gerson e Paulo Leme.
Técnico: Carlos Castilho

CORINTHIANS
Carlos; Édson, Paulo, Edvaldo e Aílton; Biro-Biro, Luís Fernando e Zenon; Mauro, Paulo César (Wilson Mano), Lima (Ricardo) e João Paulo.
Técnico: Rubens Minelli



Corinthians vence Santos e conquista torneio

Torneio Internacional de Verão Cidade de Santos foi disputado por Santos, Corinthians e Grasshopper Club, da Suíça. Como as duas equipes brasileiras bateram a suíça, este jogo tornou-se a decisão. O Santos terminou na segunda colocação.

Todos resultados:

17/01 – Corinthians 3 x 0 Grasshopper
18/01 – Santos 2 × 1 Grasshopper
19/01 – Santos 0 x 2 Corinthians



Fonte: Jornal Folha de SP